Etanol

Publicado em 13/07/2020 15h41 Atualizado em 15/12/2020 18h55

O etanol é uma substância química com fórmula molecular C2H6O, produzida especialmente via fermentação de açúcares. É um biocombustível utilizado em motores de combustão interna com ignição por centelha (Ciclo Otto) em substituição especialmente à gasolina e em contraponto a outros combustíveis fósseis.

O Brasil é pioneiro na utilização em larga escala de etanol combustível desde o fim da década de 1970. Atualmente, é um dos que mais utilizam o produto e ainda o segundo maior produtor mundial. São duas as formas de utilização do produto: na forma de etanol anidro, como componente de mistura na formação da gasolina C; ou como etanol hidratado, comercializado em todo o país como um combustível acabado.

Para evitar a fraude conhecida como "álcool molhado", o etanol anidro recebe corante laranja, que só podem ser adquiridos pelos agentes regulados específicos e devem ser registrados junto à ANP.

As especificações do etanol anidro e etanol hidratado comercializados no país são estabelecidas pela Resolução ANP n° 19, de 15 de abril de 2015.

Controle do teor de metanol no etanol combustível

Com a edição da Resolução ANP nº 696, de 31/08/2017, retificada em 03/10/2017, tornou-se obrigatória a análise do teor de metanol no etanol combustível pelos fornecedores de etanol combustível e distribuidores de combustíveis líquidos, devendo os certificados de qualidade e boletins de conformidade contemplarem essa característica em todo o produto comercializado a partir de 10/03/2018 (data limite especificada na Resolução ANP nº 712, de 27/11/2017). Tal obrigatoriedade foi estabelecida com o intuito de se coibir o uso do metanol como adulterador do etanol.