Você sabia?

Publicado em 18/05/2021 22h32 Atualizado em 14/06/2021 13h32

Autonomia econômica das mulheres, o que é isso?

É a capacidade das mulheres gerarem rendimentos e recursos próprios a partir do acesso ao trabalho remunerado!

Entre os desafios dessa pauta temos as seguintes questões: as condições remuneratórias semelhantes entre homens e mulheres, o acesso aos cargos de decisão e a superação do preconceito que ainda restringe alguns ambientes profissionais.           

Vamos aos números?*

 

Fonte:  INTERNATIONAL MONETARY FUND.

Dados

Mulheres brasileiras têm 34% mais chance de se formar no ensino superior do que seus pares masculinos, aponta o relatório Education at Glance 2019. Contudo, suas chances de conseguir emprego são menores. A remuneração também é diferente: de acordo com o estudo Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o rendimento habitual médio mensal delas é 75% do que ganham os homens.

 

Como abrir um MEI?

Para se formalizar como Micro Empreendedor Individual (MEI) você precisa acessar o Portal do Empreendedor   e clicar em “Formalize-se”.




Após isso, é preciso inserir o número do seu CPF e nome completo. Leia o “Termo de uso” e, após aceitá-lo, avance para validar seus dados, habilitar seu cadastro e, por último, cadastrar uma senha.

 

O que é nanoempreendedora?

Esse termo tem uma ligação com a palavra nanoempresa. No dicionário de língua portuguesa, nanoempresas compreende as empresas que não se enquadram em nenhuma definição entre micro e grande empresa, sendo a mesma montada com o mínimo de custo possível e, obrigatoriamente, por pessoas fora do mercado de trabalho.

Assim, podemos dizer que uma nanoempreendedora*, é uma pessoa que no contexto atual desenvolve atividades no mercado que possibilitam a geração de renda. 

Agora que você já sabe o que é, reflita: você tem apoiado as nanoempreendedoras? Tem alguma sugestão de política pública sobre esse tema? Escreva para qualificamulher@mdh.gov.br

Fonte: Dicionário de língua portuguesa*.

 



Reportar erro