Notícias

RECONHECIMENTO

Edital do Prêmio Brasil Amigo da Criança é lançado

Iniciativa vai premiar melhores práticas de promoção e fortalecimento dos direitos de crianças e adolescentes. Inscrições serão abertas na próxima quinta-feira (16)
Publicado em 10/09/2021 12h33 Atualizado em 14/09/2021 15h42
Edital do Prêmio Brasil Amigo da Criança é lançado

Foto: Banco de imagens/Internet

 

A partir da próxima quinta-feira (16), estarão abertas as inscrições para o Prêmio Brasil Amigo da Criança, organizado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Poderão se inscrever pessoas físicas e instituições sem fins lucrativos que executem, há pelo menos um ano, ações de fortalecimento dos direitos de crianças e adolescentes, além de apoiar a implementação de políticas públicas em Direitos Humanos.

O edital de chamada pública que descreve todas as categorias, as formas de participar, prazos e etapas da seleção foi publicado, nesta sexta-feira (10), no Diário Oficial da União (DOU). Além de dar visibilidade e premiar as boas práticas, o certame também pode ser uma oportunidade de proporcionar a troca de experiências e informações entre o poder público e a sociedade civil.

Acesse o edital

De acordo com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, um dos objetivos é fazer com que essas práticas sejam disseminadas por todo o País. “A partir dessas boas práticas podemos aprimorar, replicar e estimular que outras ações sejam desenvolvidas em cada um dos 5.570 municípios”, apontou.

Premiação

O prêmio será dividido em sete categorias: atuação em emergência humanitária e calamidades – que não necessita do prazo de atuação de um ano; Prevenção e enfrentamento de Todas as Formas de Violência; Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente; Incidência política, controle social e participação em conselhos; Crianças indígenas, quilombolas, e comunidades tradicionais; Criança e adolescente com deficiência; e Fortalecimento das capacidades protetivas das famílias. Serão condecoradas as três melhores práticas de cada categoria.

O secretário Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha, destaca que na inscrição (aberta até 16 de outubro) as iniciativas devem comprovar o impacto positivo na qualidade de vida de crianças e adolescentes. “Seja na esfera municipal, estadual ou federal, queremos conhecer estes projetos sociais que ainda estão desconhecidos do grande público. O maior beneficiário, no final, serão as nossas crianças e adolescentes que poderão ser mais protegidos e melhor atendidos”, disse.

A premiação ocorrerá no dia 19 de novembro, em Brasília (DF), em alusão ao Dia Internacional dos Direitos da Criança. Os vencedores receberão medalhas e certificados de reconhecimento. Para dúvidas e mais informações sobre o Prêmio, entre em contato por meio do e-mail: melhorespraticas.premio@mdh.gov.br

Para dúvidas e mais informações:
gab.sndca@mdh.gov.br

Atendimento exclusivo à imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MMFDH
(61) 2027-3538

Reportar erro