Notícias

PROCESSO SELETIVO

Aberta seleção para escolha de consultor técnico sobre direitos da Pessoa Idosa

Profissional selecionado será responsável pela elaboração de curso com carga horária de 35h. Interessados devem enviar currículo até 21/01/2021
Publicado em 08/01/2021 10h29 Atualizado em 08/01/2021 12h10
Aberta seleção para escolha de consultor técnico sobre direitos da Pessoa Idosa

Foto: banco de imagens/Internet

O processo seletivo lançado pela Secretaria Nacional de Proteção Global, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNPG/MMFDH), vai escolher consultor técnico para desenvolver o curso “Garantia à Direitos da Pessoa Idosa”. A ministração será pela plataforma da Escola Virtual de Governo, na modalidade à distância e sem tutoria.

O curso, com carga horária de 35h, tem a previsão de ser dividido em 11 módulos. Os temas abordados serão: “Determinantes Sociais de Saúde e Envelhecimento Saudável”; “Bioética e cuidados paliativos”; “Medicamentos e a Pessoa Idosa”; “Abordagem multidisciplinar ao idoso com demências”; “Alimentação da pessoa idosa”; “Participação e integração comunitária”; “Sexualidade e afetividade na velhice”; “Cuidados em domicílio e promoção do autocuidado apoiado”; “Cuidados em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs)”; “Cuidados em casa”; e “Acessibilidade e Tecnologias Assistivas”.

O consultor técnico escolhido deverá, entre outras coisas, elaborar o roteiro de atividade de ensino, roteiro de conteúdos para implementação com a identificação de mídias (vídeos, links, imagem, áudio), elaborar atividades (exercícios) e feedbacks.

A iniciativa é uma parceria entre a SNPG, a Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Inscrições

Os interessados em participar da seletiva deverão enviar currículo, a partir desta sexta-feira (08) até o dia 21 de janeiro de 2021, para o endereço de e-mail inscricao.cgedh@mdh.gov.br. No campo "assunto" do e-mail deverá constar "Projeto PNUD BRA/16/020 - Edital 15/2020".

O currículo dever estar em PDF ou WORD e em língua portuguesa. Os arquivos corrompidos ou com defeitos que impeçam a sua visualização não serão considerados, bem como os currículos que não atenderem aos requisitos.

Os candidatos deverão, obrigatoriamente, ter graduação em Ciências da Saúde ou Humanas (Sociologia, Antropologia, Ciência Política, Relações Internacionais, Direito, História, Geografia, Serviço Social ou áreas correlatas) em Instituição de Ensino Superior oficial. Também devem ter pós-graduação lato sensu ou Mestrado stricto sensu em área das Ciências da Saúde ou Humanas (Sociologia, Antropologia, Ciência Política, Relações Internacionais, Direito, História, Geografia, Serviço Social ou áreas correlatas) em Instituição de Ensino Superior oficial. Experiência profissional mínima de um ano na área da saúde da pessoa idosa e do envelhecimento.

Além disso, são requisitos desejáveis que o candidato possua alguma experiência profissional com educação na modalidade à distância, bem como conhecimentos específicos sobre a saúde da pessoa idosa, envelhecimento, direitos da pessoa idosa, educação em direitos humanos e metodologias de educação à distância.

Acesse o edital completo 

Para dúvidas e mais informações:
inscricao.cgedh@mdh.gov.br

Atendimento exclusivo à imprensa:

Assessoria de Comunicação Social do MMFDH

(61) 99558-9277

Reportar erro