Notícias

Londrina (PR) recebe R$ 383 mil para ações de incentivo ao envelhecimento ativo e saudável

Promover a melhoria da qualidade de vida e bem-estar físico, mental e social da pessoa idosa no município de Londrina (PR), por meio da promoção de ações e serviços que propiciem um envelhecimento ativo e saudável. Essa é a proposta do convênio firmado pela Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI).

A iniciativa contará com R$ 383 mil. Os recursos que serão investidos são provenientes de uma emenda parlamentar do deputado federal Filipe Barros, com uma contrapartida simbólica do município.

"O município de Londrina apresentou proposta de trabalho para execução de projeto na área de Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa. Conforme o plano de trabalho, as áreas serão desenvolvidas em um prazo de 12 meses. Queremos garantir que os idosos sejam protagonistas de suas próprias histórias", afirma o secretário Antonio Costa.

Programa Viver

No âmbito das ações nacionais desenvolvidas pela SNDPI, o gestor cita o Programa Viver - Envelhecimento Ativo e Saudável, instituído pelo Decreto nº 10.133/19. A política pública visa à otimização de oportunidades para a inclusão digital e social, assegura a participação da pessoa idosa e a melhoria da qualidade de vida. As ações incluem as áreas de tecnologia, educação, saúde e mobilidade física.

"Para a execução dos objetivos do programa, a Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa doa um conjunto de equipamentos composto por computadores, webcams, impressora e retroprojetor. Os itens são destinados aos municípios e estados que realizaram a adesão", explica.

No total, já foram contemplados 101 municípios de 25 estados. Integram a lista o Amazonas, Roraima, Amapá, Tocantins, Rondônia, Acre, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Social do MMFDH
(61) 99558-9277

Reportar erro