Notícias

Campanha internacional para localizar crianças e adolescentes desaparecidos mobiliza times de futebol

Campanha internacional para localizar crianças e adolescentes desaparecidos mobiliza times de futebol

Foto: Banco de Imagens/Internet

Mais de 200 clubes de futebol de quatro continentes participaram da ação de conscientização nas redes sociais sobre o desaparecimento de crianças e adolescentes. O compartilhamento de vídeos com imagens de 101 crianças de 20 países rendeu mais de 678 mil visualizações. Foram quase 135 mil minutos de exibição em todo o mundo – o equivalente a 91 dias inteiros. Os números da campanha internacional "Futebol Cares" (O futebol se importa) foram divulgados nesta segunda-feira (22).

Na ação, realizada em 25 de maio - Dia Internacional das Crianças Desaparecidas - times como Barcelona, Atlético de Madrid, Liverpool e Juventus postaram imagens referentes ao tema em suas páginas nas redes sociais. A campanha foi promovida pelo Centro Internacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (ICMEC, na sigla em inglês), com o apoio da Associação Europeia de Clubes (ECA) e da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

No Brasil, a ação foi desenvolvida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), em parceria com o Ministério da Cidadania e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Entre os clubes brasileiros que aderiram à campanha, estão Vasco da Gama, Atlético Paranaense, Internacional, Esporte Clube Bahia, Santos, Paysandu, Palmeiras, Coritiba, Corinthians, Flamengo, Paraná e Grêmio.

"Diariamente, crianças e adolescentes desaparecem no mundo inteiro, seja porque fugiram da violência doméstica, seja por razões desconhecidas. Quanto mais tempo a criança permanece desaparecida, mais vulnerável ela se torna, correndo um elevado risco de exploração ou de vitimização", explica o secretário nacional dos direitos da criança e do adolescente, Maurício Cunha.

A iniciativa está inserida no Projeto Integra Brasil, lançado pelo Governo Federal em 2020, durante a final da Supercopa do Brasil. O intuito é sensibilizar, promover e enfrentar violações de direitos humanos, ampliar o acesso e o alcance da prática esportiva no país e prevenir o uso de álcool e outras drogas nos diversos espaços e ambientes esportivos.

Para mais informações, acesse a página do ICMEC.

Reportar erro