Violência Política

Publicado em 27/08/2020 11h43 Atualizado em 14/09/2020 19h02

O que é?

Conceito de violência política - entendemos como violência política a agressão física, psicológica, econômica, simbólica ou sexual contra a mulher, com a finalidade de impedir ou restringir o acesso e exercício de funções públicas e/ou induzi-la a tomar decisões contrárias à sua vontade. 

Inclui-se nesta concepção as eleitas, as candidatas aos cargos eletivos, as ocupantes de cargos públicos, as dirigentes de conselhos de classe, de empresas estatais e das entidades de representação política.

Em suma: atos sistêmicos de violência com o objetivo de excluir a mulher do espaço político. É uma das causas da sub-representação.

 

Tipos

                A violência política se divide em subtipos:

 Violência política simbólica

São exemplos:

● A inexistência de banheiro feminino no plenário do Senado Federal até 2016;

●  Falta suporte para as mães, berçários e regras regimentais relacionadas à licença maternidade no Congresso Nacional.

 

Violência política psicológica

São exemplos:

● A interrupção frequente de fala em ambientes políticos;

● A evidente dispersão dos interlocutores;

● A clara sinalização de descrédito;

● Desqualificação: induz a pensar que não possui competência para a questão;

● A classificação da mulher como histérica;

● A difamação;

● A intimidação: que inclui agressividade de gestos e palavras;

● As ameaças;

 

Violência política econômica

São exemplos:

• Quando os recursos do fundo partidário são destinados de forma desproporcional, excluindo mulheres da distribuição;

 

Violência política sexual

  • Quando ouvimos comentários relacionados ao corpo da mulher, sensualizando e estereotipando;
  • Assédio sexual;

 

Violência política física

  • Empurrar;
  • Bater;
  • Esbofetear;
  • Jogar objetos
Reportar erro