Notícias

Obras

Iphan investe R$ 1,3 mi para restaurar Igreja do Bonfim em Marechal Deodoro (AL)

Obra será iniciada nesta segunda-feira (11) e tem previsão de ser entregue em 15 meses
Publicado em 08/01/2021 16h29 Atualizado em 08/01/2021 16h39

Igreja do Bonfim será totalmente restaurada para a população (Foto: Sandro Gama -Iphan-AL)

A partir desta segunda-feira, 11 de janeiro, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia federal vinculada ao Ministério do Turismo e à Secretaria Especial de Cultura, dará início à obra de restauração completa da Igreja do Bonfim, localizada no Largo de Taperaguá, em Marechal Deodoro (AL). O investimento de R$ 1,3 milhão, soma-se a outras intervenções na cidade, um dos principais destinos turísticos do Alagoas.  

A previsão é que o monumento restaurado seja entregue à comunidade em 15 meses. Além da reforma de todo complexo arquitetônico, fachada do prédio, pisos e cobertura, a obra contemplará a substituição total da rede elétrica, instalação do sistema de para-raios, construção de banheiro com acessibilidade, e restauração dos bens integrados e elementos artísticos (componentes do acervo da igreja do Bonfim) como altar, tribuna, púlpito e outros.

“Considerada a última das igrejas protegidas pelo Iphan com riscos de conservação, fecharemos um ciclo onde a cidade de Marechal, após processos de requalificação de suas principais praças dentro da área Tombada, tem seus monumentos arquitetônicos restaurados”, declarou o superintendente substituto do Iphan-AL, Sandro Gama. De acordo com ele, a cidade estará preparada aos moradores e ao turismo, que é um de seus potenciais de geração de empregos e renda.

Parte integrante do conjunto tombado pelo Iphan, os cerca de 20 mil metros quadrados do Largo da Igreja do Bonfim, também conhecido como Largo de Taperaguá, já recebeu da instituição investimentos de cerca de R$ 7,9 milhões para a obra, que foi executada pela Prefeitura Municipal. Além da praça, também foram requalificadas as ruas de entorno imediato. A intervenção no Largo de Taperaguá foi concluída em agosto de 2020.

Desenvolvimento do Patrimônio Cultural alagoano

A obra da igreja do Bonfim é mais uma entre uma série de intervenções recentes promovidas no Alagoas. A restauração da Casa de Jorge de Lima, no município de União dos Palmares, a  consolidação das ruínas da Igreja de São Bento, em Maragogi, e as adaptações para transformar em biblioteca a Igreja de Nossa Senhora do Amparoem Marechal Deodoro, compõem o rol de intervenções que conta com recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Outras obras no estado vêm sendo realizadas com investimentos do Iphan, como a  requalificação urbanística do Largo de São Gonçalo, em Penedo, a restauração da Igreja de Nosso Senhor Bom Jesus dos Martírios, em Maceió, e da  Igreja Matriz de Coqueiro Seco, no município de mesmo nome.

Em Marechal Deodoro, as intervenções também se multiplicam. Além do Largo de Taperaguá, foram requalificados os largos da  largos da Igreja Matrizdo Carmo e está em curso a restauração da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, assim como o embutimento de fiação aérea no Largo da Matriz, a restauração da sede da Sociedade Filarmônica Santa Cecília e da Matriz Nossa Senhora da Conceição.

Ao todo, essas intervenções somam mais de R$ 17 milhões em recursos aplicados. “As obras em edificações históricas criam empregos, atraem turistas e geram renda para a população alagoana. Além disso, a recuperação de monumentos reforça a sensação de pertencimento do cidadão deodorense com a cidade”, avalia a presidente do Iphan Larissa Peixoto.

 

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan
comunicacao@iphan.gov.br
Juliana Brascher - juliana.brascher@iphan.gov.br
(61) 2024-5528
www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr  |  www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Cultura, Artes, História e Esportes