Notícias

PATRIMÔNIO IMATERIAL

Começa etapa de pesquisa sobre a Festa de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos (BA)

Realizada com limitações devido à pandemia, manifestação está em processo de registro como Patrimônio Cultural do Brasil
Publicado em 29/01/2021 16h39
Lavagem Igreja Senhor dos Passos

Lavagem da Igreja Senhor dos Passos, em Lençóis (Foto: Maria Paula Adinolfi/Iphan-BA)

Usando as tradicionais vestimentas das baianas, dez mulheres lavaram a escadaria da igreja do Senhor dos Passos, no último dia 23 de janeiro, em Lençóis, na região da Chapada Diamantina (BA). O número de participantes foi reduzido devido à pandemia de covid-19. Anualmente, a lavagem é o primeiro ato da Festa de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, padroeiro dos garimpeiros da região. E, apesar da festividade ter sido adaptada às limitações sanitárias, este ano os eventos da manifestação dão início à elaboração de um dossiê e dois filmes que documentam aspectos históricos e etnográficos da festa. Eles fazem parte da pesquisa que foi iniciada pelo Instituto do Patrimônios Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para o registro do bem como Patrimônio Cultural do Brasil.

Primeiro de um conjunto de rituais que ocorrem até o dia 3 de fevereiro, a lavagem é acompanhada por um cortejo que reúne a Philarmônica Lyra Popular de Lençóis, capoeiristas e o grupo da Marujada. Esse seria o roteiro da festa, não fosse a pandemia. Em 2021, os eventos foram adaptados. As novenas têm público restrito, seguindo protocolos de afastamento social e uso de máscaras, com transmissão pelas redes sociais. Auge da festa, a procissão anualmente realizada no dia 2 de fevereiro – mesma data da Festa de Iemanjá na Bahia –, será substituída por uma carreata. 

“Publicamos uma nota conjunta, da prefeitura, paróquia e Sociedade União dos Mineiros informando sobre as limitações deste ano. É uma festa que atrai pessoas de toda a região, mas pedimos, nesse momento, que as outras paróquias fossem avisadas para que as pessoas não viessem”, explica Ivonete dos Santos, que faz parte da Sociedade União dos Mineiros (SUM). “Estamos nos preparando para a grande festa que vai ser realizada em 2022.”

A pesquisa para o registro do bem deve ser concluída após a filmagem da festa no próximo ano. Ainda assim, desde 2015 o Iphan acompanha a manifestação – ano em que a SUM formalizou o pedido de registro do bem.

O padroeiro dos garimpeiros

O último dia da novena do Senhor Bom Jesus dos Passos é o encontro do santo com os garimpeiros. Eles conduzem uma manifestação que dá ênfase ao ofício do mineiro e à influência divina ao objetivo final no garimpo: o acaso que ronda o achado do diamante. Assim, a festa é a retribuição do garimpeiro à graça concedida pelo padroeiro e, também, à saúde dos devotos.

Cortejo Festa de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos (Foto: Maria Paula Adinolfi/Iphan-BA)

Realizada desde meados do século XIX, a festividade está associada à extração de minérios na região da Chapada Diamantina. Desde 1927, é organizada pela Sociedade União dos Mineiros (SUM). “É a maior manifestação cultural viva existente em Lençóis, expressivo acontecimento cultural da população da cidade que expressa sua origem garimpeira”, diz o pedido de registro feito pela SUM ao Iphan em 2015. “É o momento da consagração de vários patrimônios de Lençóis, unindo espaço construído a sua vertente imaterial.”

Processo de registro

O registro do bem como Patrimônio Cultural do Brasil é uma forma de salvaguardar as tradições da festa popular (lavagem, alvoradas, novenário e procissão), fortalecendo as expressões associadas, como a filarmônica, as marujadas, o grupo de baianas e a capoeira. O registro é, também, o reconhecimento da importância da manifestação para a construção da cultura e da identidade nacionais. Com a visibilidade do registro, permite-se o investimento de recursos públicos para a salvaguarda do bem, além de atrair turistas, pesquisadores e artistas para a cidade, fortalecendo o turismo cultural no município de Lençóis.

Concluída a fase da pesquisa, o dossiê será avaliado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, que vai decidir se a Festa do Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos será ou não registrada como Patrimônio Cultural do Brasil.

Assessoria de Comunicação Iphan
comunicacao@iphan.gov.br
Moisés Sarraf – moises.sarraf@iphan.gov.br
(61) 2024-5526 / (91) 98165-4577
www.gov.br/iphan
www.facebook.com/IphanGovBr
www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

 

Cultura, Artes, História e Esportes