Notícias

Reciclagem de latas de alumínio bate recorde no Brasil em 2020

Publicado em 22/04/2021 20h05 Atualizado em 22/04/2021 20h08

Marca de 390 mil toneladas alcançada após medida do programa Lixão Zero

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira do Alumínio e da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas), no ano de 2020, o Brasil reciclou 31,16 bilhões de latas de alumínio que entraram no mercado, o que representa 97,4% das latinhas.

O número tem relação com ação do programa Lixão Zero e significa um avanço para a gestão de resíduos no País. Em 2020, das 402,2 mil toneladas de latas comercializadas, 391,5 mil toneladas foram recicladas. No ano anterior, o número era de 366,8 mil toneladas.

Em 2020 o Ministério do Meio Ambiente (MMA) assinou um Termo de Compromisso com a Abralatas e a Associação Brasileira do Alumínio (Abal), visando ampliar a gestão de coleta e reciclagem de latinhas de alumínio para bebidas. A assinatura, realizada no âmbito do programa Lixão Zero, também contemplou melhorias na gestão e condição de trabalho dos catadores que atuam no setor.

O fortalecimento da cadeia de reciclagem gera benefícios econômicos e ambientais para todo o Brasil. O aumento na produtividade gera renda para milhares de famílias de catadores envolvidos, além de promover a conservação do meio ambiente pela reutilização das latas em circulação.

 

Agenda Ambiental Urbana

A gestão de resíduos sólidos faz parte da Agenda Ambiental Urbana do MMA, cujo objetivo é melhorar a qualidade de vida das pessoas nas cidades, por meio da melhora na qualidade ambiental no meio urbano. Melhores práticas de gestão do lixo contribuem ainda para assegurar mais saúde para as pessoas e ganhos econômicos, tendo em vista os impactos ambientais e sociais relacionados.

 

 

Ascom MMA
(61)2028-1227