Roubos, furtos e extravios

Publicado em 21/09/2020 00h00 Atualizado em 13/10/2020 09h06

As ocorrências de roubo, furto ou extravio de carga de produtos sujeitos à vigilância sanitária (medicamentos, cosméticos, saneantes e produtos para saúde) devem ser comunicadas, imediata e obrigatoriamente, pelo detentor do registro ou distribuidor do produto à Anvisa e à Vigilância Sanitária do local onde houve a ocorrência. 

Na Anvisa, a empresa deve protocolar na Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP) o comunicado de roubo, furto ou extravio e anexar a cópia do boletim de ocorrência, da comunicação à Vigilância local, da nota fiscal e da listagem padronizada dos produtos roubados/furtados/extraviados (ver arquivo de modelo de planilha). No entanto, para dar agilidade à comunicação e possibilitar a divulgação preventiva das informações no Portal da Anvisa,  a empresa já deve encaminhar a listagem padronizada para o email ggfis@anvisa.gov.br, conforme modelos de planilha.

A consolidação nacional e a divulgação dos dados sobre roubos, furtos e extravios de cargas de produtos sujeitos à vigilância sanitária representa uma forma de alertar as autoridades, as empresas, os entes do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária e também a população a respeito de produtos ilícitos e irregulares. Estes produtos passam a representar risco à saúde uma vez não há mais como assegurar as condições de transporte e armazenagem dos mesmos.

É uma questão de segurança para a própria saúde adquirir somente produtos de procedência conhecida.

Consulte a seguir as listas de registro de roubos de cargas, furtos e extravios:
 

2020

 

2019 

 

2018 

 

2017 


2016 


2015
 

2014 

 

2013


2012
 


2011