Segurança Hídrica

 


Obras de recuperação na Barragem Jati avançam e moradores voltam a suas casas

Obras de recuperação na Barragem Jati avançam e moradores voltam a suas casas

Inspeções de técnicos do MDR atestam segurança da infraestrutura, que é parte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Serviços seguem em regime 24 horas

Ministro acompanha ações de assistência após rompimento de tubulação em Jati (CE)

Ministro acompanha ações de assistência após rompimento de tubulação em Jati (CE)

Rogério Marinho vistoriou os trabalhos de recuperação neste sábado (22). Previsão é de que serviços emergenciais sejam finalizados em até 72 horas

Mais moradias e obras para ampliar acesso à água são entregues na região Nordeste

Mais moradias e obras para ampliar acesso à água são entregues na região Nordeste

Semana do MDR foi marcada por agendas no Ceará e Rio Grande do Norte. Pasta também autorizou recursos para ações de mobilidade urbana e defesa civil

Visando fortalecer o planejamento e gestão dos investimento em infraestrutura hídrica, compete à Secretaria Nacional de Segurança Hídrica conduzir o processo de formulação, revisão, implementação, monitoramento e avaliação da Política Nacional de Segurança Hídrica, da Política Nacional de Recursos Hídricos e seus instrumentos, dentre eles o Plano Nacional de Recursos Hídricos.

O objetivo dessas ações é garantir a oferta de água, propiciando mais saúde e conforto para a população, a geração de emprego e aumento da renda da população, colaborando para a redução das desigualdades regionais. O MDR atua ainda na articulação e apoio à revitalização de bacias hidrográficas e implementação de ações de acesso à água, por meio tecnologias ambientalmente sustentáveis.

Projeto Rio São Francisco

O Projeto de Integração do Rio São Francisco é um empreendimento estruturante que garantirá a segurança hídrica para mais de 12 milhões de nordestinos em 390 municípios dos Estados mais vulneráveis às secas (Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco).

Dessalinização

Em 2019, 170 sistemas de dessalinização entraram em operação: 9 no Ceará, 24 na Paraíba, 16 no Rio Grande do Norte, 12 no Piauí, 90 na Bahia e 19 em Alagoas. Isso significa um sistema a cada dois dias, com potencial para beneficiar mais de 65 mil pessoas da zona rural dos municípios mais críticos quanto ao acesso à água no semiárido brasileiro.