Notícias

MISSÃO 5G

MCom articula com BID investimento de mais U$ 1 bilhão para a inclusão digital

Ministro Fábio Faria garantiu junto ao banco internacional mais incentivos para levar internet às áreas isoladas do país
Publicado em 09/06/2021 20h31 Atualizado em 10/06/2021 12h12
129_bc5.png

Empenhado em cumprir com a missão de levar conexão de alta qualidade para mais de 9,2 milhões de brasileiros que ainda não acessam a internet na região Norte, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, garantiu mais US$ 1 bilhão de recursos para inclusão digital em negociação com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mauricio Claver-Carone. Com isso, o Governo Federal contará com até US$ 2 bilhões para investimentos, incluindo US$ 1 bilhão para a Região Amazônica.

No encontro, realizado na sede do BID em Washington nesta quarta-feira (9/6), o ministro Fábio Faria solicitou mais recursos para a ampliação da conectividade na Região Norte do país. “Pedi uma linha de crédito, um incentivo, ao presidente [do BID] para que possamos levar internet, o mais rápido possível, às pessoas que mais necessitam”, destacou Faria.

"Pedi uma linha de crédito, um incentivo, ao presidente [do BID] para que possamos levar internet, o mais rápido possível, às pessoas que mais necessitam", ministro Fábio Faria

O ministro Fábio Faria está nos Estados Unidos nesta semana liderando a comitiva oficial do Governo Federal, acompanhada de integrantes do Tribunal de Contas da União (TCU), para conhecer modelos de uso seguro da rede 5G e promover investimentos no setor de telecomunicações brasileiro.

A comitiva é composta pelos senadores Flávio Bolsonaro e Ciro Nogueira, que integram as comissões de Assuntos Econômicos e de Relações Exteriores do Senado, e também pelos ministros do TCU Walton Alencar, Raimundo Carreiro e Bruno Dantas. Além deles, há representantes do Ministério da Defesa e Ministério das Relações Exteriores, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), da Secretaria-Geral e da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Texto: ASCOM/Ministério das Comunicações

Comunicações e Transparência Pública