Histórico

Publicado em 19/07/2021 09h12 Atualizado em 01/09/2021 12h45

O principal ativo tecnológico da AGU consiste no Sistema Sapiens, responsável por apoiar toda a produção jurídica interna, bem como por controlar fluxos e processos administrativos. O Sapiens vem sendo utilizado desde 2012 e, em função dos profundos avanços que foram entregues pelo projeto e o impacto gerado para a Justiça no Brasil, o projeto foi o grande vencedor da 17ª Edição do Prêmio Innovare, disputado com outras 106 iniciativas de todo o país na categoria Advocacia.

Em 2020 foi lançado o projeto estratégico Super Sapiens que visa implementar uma série de inovações, tais como: modernização da interface, uso em smartphones e tablets, melhorias nos mecanismos de pesquisa e obtenção de informações, maior velocidade de resposta, geração automática de subsídios para defesa judicial, além de diferentes soluções de inteligência artificial e de automatização do trabalho.

A implantação do Super Sapiens representa uma verdadeira revolução tecnológica no processo eletrônico de tomada de decisão e de elaboração dos mais diversos documentos jurídicos e administrativos. A nova plataforma consolida um grande avanço não apenas para a Advocacia-Geral da União (AGU), mas também para a Advocacia Pública brasileira e o Poder Executivo Federal. O Super Sapiens chega com a missão de substituir a versão anterior do Sistema AGU de Inteligência Jurídica, o Sapiens, e congrega duas comunidades de desenvolvimento distintas: a administrativa (Super.BR) e a jurídica (SUPP).