Semear, plantar, cuidar, esperar as belas floradas e enfim colher os frutos é um ciclo vital que se repete e se renova todos os anos. Atividade essencial totalmente ligada à natureza, a agropecuária, que nos garante alimento farto e de qualidade, tem como caminho natural a sustentabilidade. O incentivo à produção sustentável está neste Plano Safra 2020-2021, que se prepara para a retomada econômica com mais recursos e melhores condições de financiamento, a juros mais baixos. Mais uma vez com foco nos pequenos e médios produtores rurais,  o governo destinou para a nova safra R$ 236,3 bilhões, R$ 13,5 bilhões a mais em relação a 2019. Os investimentos foram ampliados em 30%, mesmo percentual acrescido ao seguro rural, que soma R$ 1,3 bilhão. É assim, com a esperança da superação, que o agro prospera e segue fortalecendo o Brasil e os brasileiros.   

Notícias

Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta quarta-feira

Produtores já podem ter acesso aos R$ 236,3 bilhões disponibilizados para apoiar a produção agropecuária nacional

Pescador artesanal poderá apresentar protocolo de requerimento do registro para ter acesso a financiamentos

No Dia do Pescador, portaria facilitou o acesso desses profissionais à tomada de crédito, inclusive do Plano Safra­­­­

Plano Safra 2020/2021 traz mais recursos e taxas de juros menores para agricultura familiar

As novidades foram debatidas pela ministra Tereza Cristina, os secretários Fernando Schwanke e Eduardo Sampaio e convidados em live nesta quinta-feira.

Recursos disponíveis e condições favoráveis devem contribuir para boa safra no próximo ano, diz secretário

Sampaio ressaltou que, mesmo com a Selic mais baixa, os recursos disponibilizados pelo Plano Safra continuam sendo vantajosos para os produtores rurais.