Relatórios de Análises de Ocorrências

Publicado em 10/06/2021 10h25 Atualizado em 10/06/2021 11h14

O Plano de Segurança Operacional para a Aviação Brasileira 2019-2022 é um documento que define, no âmbito do Programa Brasileiro para a Segurança Operacional da Aviação Civil (PSO-BR), objetivos e ações específicas em relação à Segurança Operacional, em alinhamento com iniciativas internacionais, como o Plano de Segurança Operacional da Região SAM (em inglês, South Ametican Safety Plan - SAMSP) e o Plano Global de Segurança Operacional da Aviação (em inglês, Global Aviation Safety Plan - GASP).

Esse documento, que considera o tráfego aéreo, projeções futuras de crescimento e o cenário da Segurança Operacional da aviação civil do Estado Brasileiro; definiu 5 objetivos buscando reduzir os acidentes e incidentes em todos os segmentos da aviação civil a um nível aceitável, através do estabelecimento de uma estratégia para melhor implementação do PSO-BR.

Esses objetivos, juntamente com as respectivas metas e indicadores de Segurança Operacional, representam o Nível Aceitável de Desempenho a Segurança Operacional (NADSO) do Estado Brasileiro. Dentre os objetivos, destaca-se o Objetivo 5 – Reduzir o número de ocorrências categorizadas como “alto risco operacional”. A seleção dessas categorias de ocorrências, consideradas de alto risco operacional, é baseada no número de acidentes e incidentes graves registrados pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA).

Com isso em mente, a ANAC, por meio da Assessoria de Segurança Operacional (ASSOP), está conduzindo estudos específicos dos Relatórios Finais publicados pelo CENIPA para verificar padrões nas ocorrências aeronáuticas, identificar tendências, condições latentes e/ou falhas ativas de forma que se possa estabelecer ações com o objetivo de reduzir o número desses tipos de ocorrência.

Até o presente momento foram elaborados três estudos, apresentados abaixo, onde pode-se baixar os arquivos correspondentes a cada um deles e, além disso, ter acesso aos painéis (BI) com as informações associadas às respectivas ocorrências aproveitadas em cada um dos trabalhos: