Notícias

Agro

Balança comercial do agronegócio alcança US$ 10 bilhões e bate recorde em agosto

Somente em 2013, as exportações brasileiras do agronegócio alcançaram o mesmo patamar para o mês
Publicado em 14/09/2021 11h26
Exportação agro

O complexo soja (em grãos, farelo e óleo) é o principal setor exportador do agronegócio brasileiro - Foto: Divulgação/Agência Brasil

A balança comercial do agronegócio registrou valor recorde no mês de agosto, motivada, principalmente, pela alta dos preços internacionais das commodities exportadas pelo Brasil. O valor exportado foi de US$ 10,90 bilhões, cifra 26,7% superior aos US$ 8,60 bilhões exportados no mesmo mês de 2020.

A última vez que as exportações do agronegócio alcançaram o mesmo patamar de US$ 10 bilhões para os meses de agosto havia sido em 2013.

As importações de produtos do agronegócio subiram de US$ 912,47 milhões, em agosto de 2020, para US$ 1,25 bilhão, em agosto de 2021 (+37,2%). Os valores foram influenciados pela alta dos preços internacionais, como no caso do trigo e óleo de palma, com aumento do preço médio importado em 23,1% e 67,6%, respectivamente. Desta forma, o saldo da balança comercial do agronegócio alcançou US$ 9,64 bilhões.

Valor Bruto da Produção Agropecuária

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2021, calculado com base nas informações de agosto, está estimado em R$ 1,106 trilhão, maior 9,7% do que o obtido em 2020 (R$ 1,008 trilhão). Os produtos que mais impulsionaram o VBP foram o arroz (3,9%), cana-de-açúcar (4,3%), milho (6,8%), soja (28,5%) e trigo (38,6%).

Segundo o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), a contribuição desses cinco produtos deve-se a bons resultados de produção e de preços. Eles respondem por 81% do VBP das lavouras.

Na pecuária, os que mais contribuíram para o aumento do VBP foram carne bovina (6,8%) e de frango (12,5%).

Saiba mais: clique aqui.

Com informações do Mapa