Notícias

Operação Verde Brasil 2: mais de R$ 500 milhões em aplicação de multas

Publicado em 01/09/2020 11h58
Operação Verde Brasil 2

Foto: Divulgação/Agência Brasil

A Operação Verde Brasil 2, do Ministério da Defesa, que atua para combater e reprimir delitos ambientais na Amazônia Legal, intensificou a aplicação de multas por crimes ambientais na região. Nos últimos dias, o número de multas aplicadas aumentou 15%, passando para R$ 520 milhões arrecadados. Esse valor supera os resultados obtidos na Verde Brasil 1, realizada em 2019.

A Operação Verde Brasil 2 que começou em 11 de maio está no escopo do Conselho Nacional da Amazônia (CNA), conselho regulado pela Vice-Presidência da República em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Defesa na última quarta-feira (26), foram realizadas 26 mil inspeções navais e terrestres e 712 apreensões na Amazônia Legal.

Nos postos de bloqueio e controle de estradas, foram retidos 211 veículos por irregularidades. Um total de 28,7 mil metros cúbicos de madeira ilegal também foi confiscado; e apreendidas 791 máquinas de serraria móvel, tratores, maquinário de mineração, balsas, dragas e acessórios. Mais de R$ 520,8 milhões foram aplicados em multas e termos de infração.

Onze organizações atuam em parceria com as Forças Armadas na Operação Verde Brasil 2. São elas: Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio); e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Também fazem parte da operação o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe); a Fundação Nacional do Índio (Funai); Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Agência Brasileira de Inteligência (Abin); o Serviço Florestal Brasileiro e a Agência Nacional de Mineração.

Com informações do Gov Br