Notícias

Governo brasileiro participa de Fórum Global de Refugiados e mostra o sucesso da Operação Acolhida

No Fórum Global de Refugiados, Brasil mostra sucesso da Operação Acolhida

- Foto: Anderson Herbert

A Casa Civil da Presidência da República vai representar o Governo Federal no Fórum Global sobre Refugiados, que acontece nesta semana em Genebra (Suíça). O Brasil vai apresentar os resultados da Operação Acolhida, que já atendeu mais de 500 mil venezuelanos.
O subchefe de Articulação e Monitoramento da Casa Civil, Antônio Barreto, lembrou que a Operação Acolhida tem o melhor modelo no mundo no tratamento das questões de refugiados. “Nossa apresentação na ONU é muito aguardada e vai evidenciar esse modelo, que agora foi aperfeiçoado, dando ênfase à interiorização”, pontuou.
O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, enfatizou que o governo manterá a Operação, tornando-a mais dinâmica e eficiente, mas que é preciso atacar as causas do problema. “Enquanto a ‘fábrica de refugiados’ que se tornou o regime chavista de Maduro não for fechada, continuaremos assistindo a este triste êxodo de venezuelanos, que fogem de seu país em busca de dignidade. O socialismo desampara, o Governo Bolsonaro acolhe”, afirmou. “E ‘fechar a fábrica’ é estabelecer a volta da democracia e da liberdade na Venezuela”, acrescentou. “E a ONU precisa se manifestar de maneira mais efetiva em relação à situação venezuelana”, apontou.
Operação Acolhida
A Operação Acolhida é uma força-tarefa humanitária, coordenada pelo Governo Federal, com o apoio da Organização das Nações Unidades e entidades sociais, para oferecer assistência emergencial aos imigrantes venezuelanos que entram no Brasil pela fronteira com Roraima. Desde o início da crise migratória, mais de 500 mil pessoas foram atendidas nos postos de atendimento em Roraima e mais de 220 mil venezuelanos entraram e permaneceram no Brasil.