Notícias

GESTÃO

Presidente da CAPES mantém diálogo com a academia

Cláudia Queda de Toledo promoveu encontros para assegurar o funcionamento da pós-graduação
Publicado em 23/04/2021 17h22 Atualizado em 23/04/2021 17h24

Cláudia Queda de Toledo, que assumiu a presidência da CAPES em 16 de abril, publicou, no seu primeiro dia na Fundação, uma carta de intenções na qual se compromete a dar continuidade aos trabalhos da Agência. Parte disso é atuar em conjunto com a academia, o que tem resultado em constantes reuniões desde sua nomeação.

Na segunda-feira, 19, a presidente se encontrou por videoconferência com Vahan Agopyan, reitor da Universidade de São Paulo (USP), quando conversaram sobre as medidas apresentadas na carta. Depois da reunião, o representante da instituição paulista publicou uma nota na qual classificou como a reunião como produtiva. Ainda no mesmo dia, Cláudia tratou do calendário da avaliação quadrienal com Flávio Camargo, diretor de Avaliação da Fundação.

A carta de intenções também pautou reuniões com os presidentes da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Luiz Davidovich, da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), Flávia Calé, e do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Foprop), Carlos Henrique de Carvalho.

“Na carta de intenções, eu me comprometo a manter a união da comunidade de pós-graduação. Como presidente da CAPES, debater os rumos dos trabalhos com os representantes da academia é uma forma de cumprir esse ponto. O diálogo é o caminho para avançarmos”, destacou Cláudia.

Na tarde desta sexta-feira, 23 de abril, a presidente da CAPES terá mais uma reunião. Desta vez será com Evaldo Vilela, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e com Marcelo Morales, secretário de Pesquisa e Formação Científica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES