Notícias

DOUTORADO-SANDUÍCHE

CAPES divulga lista de alunos que estudarão fora do País

Programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior é a principal oportunidade para interessados nessa formação
Publicado em 30/04/2021 15h26 Atualizado em 30/04/2021 15h27

Complementar a formação de doutorado no exterior com bolsa da CAPES será a realidade de 650 estudantes de pós-graduação a partir de setembro. A Fundação homologou nesta semana as inscrições do Edital nº 19/2020, do Programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE), e divulgou a lista de alunos selecionados.

O PDSE representa um esforço do Brasil, por meio da CAPES, para ampliar a qualificação internacional dos alunos de doutorado e contribuir para a internacionalização dos programas de pós-graduação (PPGs). Participam do programa todas as instituições com PPGs com nota igual ou superior a 4, exceto aqueles que integram o Programa Institucional de Internacionalização (PrInt).

“A internacionalização é um dos indicadores de avaliação de excelência da pós-graduação e, portanto, da ciência de um País, e o PDSE representa a maior chance de estudar fora do Brasil para as pessoas que não podem passar dois, três, quatro anos no exterior”, explica Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES.

Confira os valores das bolsas.

Programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior
O Programa permite que alunos matriculados em cursos de doutorado no Brasil façam parte de seus estudos em instituição no exterior. Após a conclusão da bolsa, que dura entre quatro e seis meses, eles devem retornar ao País para a defesa da tese.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES