Sobre o Catálogo de Bases de Dados

Publicado em 28/11/2019 12h01 Atualizado em 05/05/2022 14h52

Principais objetivos do Catálogo de Base de Dados (CBD)

Descobrir de conjuntos de dados da Administração Pública Federal.

Fomentar e apoiar ações de governança de dados.

Aumentar a velocidade e autoatendimento aos consumidores de dados.

Fomentar o contexto significativo.

Melhorar a confiança dos dados.

Mapear a redundância de base de dados e informações na Administração Pública Federal.

Proteger dados e fomentar aderência a LGPD.

Gerenciar a qualidade de metadados.

Insumos do CBD

  • SGDB (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados) - Restrito a Schemas;
  • Metadados de ferramentas de BI (Businness Inteligence);
  • Ferramentas de modelagem de dados;
  • Entre outras.

O que é um curador de dados?

É o principal elo entre o Analista de Dados, o Cientista de Dados e o Engenheiro de Dados. Tem o viés tanto técnico como da área de negócios.

O Curador oferece suporte as áreas para obter informações rápidas e confiáveis buscando sempre contribuir com eficácia ao processo operacional. Ainda garante que os dados atendam às necessidades de negócios e requisitos regulamentares.

Fonte: Associação Brasileira de Ciência de Dados

O que não é possível fazer

Acessar dados ou campos internos das bases.

Revisão de informações do CBD

Em sua primeira versão, os dados do CBD estão sendo atualizados constantemente. A equipe da SGD estabelece contato com os curadores para uma constante revisão das informações.

Para atualizar as informações há duas formas básicas: por planilhas formatadas ou através de entrevistas.

Formas de atualização

Entrevista Para órgãos com um pequeno número de bases (até 5 bases), é possível levantar todas as informações em uma entrevista.
Planilha As informações das bases de um órgão podem ser enviadas para revisão e atualização dos dados, por meio de uma planilha.

Caso queira incluir ou atualizar as informações de suas bases em uma das formas acima descritas, envie um e-mail com sua solicitação para sgd.dados@economia.gov.br.

Base normativa do CBD

Decreto 10.046 de 9 de outubro de 2019 - define que órgãos e as entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional publicarão catálogos com dados sob sua gestão, incluindo seus compartilhamentos. Estabelece que a SEDGG definirá procedimentos para a construção desse catálogo (art. 30).

Decreto 8.777, de 11 de maio de 2016 - determina que cada órgão ou entidade da administração pública federal, direta, autárquica e fundacional, deverá criar e manter inventários e catálogos corporativos de dados (art. 5, § 2º, inciso I).

Manuais

O Manual do CBD é destinado ao gestor de dados dos conjuntos de dados, que é a unidade organizacional de negócio do órgão no Governo Federal ou entidade diretamente responsável por uma base de dados.

Clique aqui para baixar o manual - versão 1.0 (Beta)