Notícias

PRÊMIO CAPES DE TESE

Toxinas em derivados de milho podem ser reduzidas

O estudo foi vencedor do Prêmio CAPES de Tese 2021, na área de Ciência de Alimentos
Publicado em 07/10/2021 14h09 Atualizado em 07/10/2021 14h10

Kelly Cristina Massarolo, doutora em Engenharia e Ciência de Alimentos pela Universidade Federal do Rio Grande (Furg) foi a vencedora do Prêmio CAPES de Tese 2021, na área de Ciência de Alimentos. O trabalho  premiado apresentou estratégias para reduzir toxinas em produtos derivados de milho.

A pesquisadora explica que os fungos, em ambiente rico em nutrientes, como os cereais, podem desenvolver algumas espécies tóxicas ocasionadas por situações de stress. Isso pode ocorrer tanto no campo quanto no armazenamento.  “Eles acessam seus mecanismos de defesa produzindo micotoxinas. Essas toxinas fúngicas causam danos diversos no sistema imunológico e no sistema neurológico, além de anemias “, esclarece Kelly.

Os resultados mostraram que os processos de moagem, de extrusão industrial e o preparo doméstico, quando bem conduzidos, são efetivos para reduzir essas substâncias. O cozimento doméstico promoveu uma redução que chegou a 52% nos níveis das toxinas de armazenamento e a 60% nos níveis de contaminantes de campo.

Ainda segundo o estudo, as maiores diminuições foram obtidas pelo processo de extrusão. Elas foram reduzidas em 90% no caso de contaminantes de armazenamento e em 75% nos de campo. De acordo com os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Brasil é o terceiro maior produtor mundial de milho.  Em 2019 a safra desse grão ultrapassou 98 milhões de toneladas.

Kelly ressalta a relevância do seu trabalho para a indústria alimentícia: “A pesquisa traz informações sobre a combinação de parâmetros, de processo e de composição do produto que promovem a redução dos níveis desses contaminantes. Além disso, a tese traz estratégias promissoras de aplicação para o setor de produtos derivados do milho”.

Legenda das imagens:
Banner e imagem 1: Logotipo criado para o Prêmio CAPES de Tese 2021 (Foto: CCS/CAPES)
Imagem 2: Kelly Cristina Massarolo, doutora em Engenharia e Ciência de Alimentos pela Universidade Federal do Rio Grande - Furg (Foto: Arquivo pessoal)

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES