Notícias

CAPES 70 ANOS

Arquivo da CAPES: sete décadas de história da educação brasileira

Arquivo Central da CAPES abriga 70 anos de história da pós-graduação e da formação de professores da educação básica
Publicado em 26/05/2021 14h58 Atualizado em 17/06/2021 14h43

Quando a sede da CAPES mudou do Rio de Janeiro para Brasília, em 1970, toda a sua documentação ficou para trás. Na capital fluminense, o arquivo da Fundação ocupava um imóvel comum, no bairro de São Cristóvão, e havia apenas uma servidora responsável por tudo. Em 1990, um funcionário foi enviado ao Rio para avaliar as condições de armazenamento e constatou a necessidade de melhorias. O acervo foi então trazido para Brasília, e os documentos foram guardados em diferentes espaços oferecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Entre os anos de 2005 e 2009, quando a CAPES ainda ocupava dois prédios, parte do material ficou depositada em um endereço no centro da cidade. Lá, as condições de alojamento ainda não eram as ideais e quando a Fundação se transferiu para o prédio atual, os papéis seguiram para o MEC. Entretanto, um incêndio ocorrido em 2010, próximo ao arquivo, foi o último alerta: era preciso encontrar um local adequado para a memória da Instituição. Enquanto a equipe de gestão de documentos estudava as alternativas, uma empresa passou a gerenciar o acervo documental que, então, foi limpo e bem guardado.

Em 2014, a CAPES transferiu todo o material para um prédio próximo à sede atual. O espaço, com estrutura adequada para abrigar os documentos, também é preparado para a realização de processamento, conservação e consulta. A instalação possui salas amplas, climatização, arquivos deslizantes, computadores, mobília, ferramentas, equipamentos de proteção individual e segurança patrimonial. “De fato, pela primeira vez em toda a história da CAPES, podemos afirmar que, hoje, temos o nosso Arquivo Central”, constatou o servidor Astrogildo Brasil em um relatório produzido naquele ano.

A mudança despertou um novo olhar sobre o passado da Fundação. Com o avanço dos trabalhos de classificação dos arquivos, foram encontrados documentos preciosos: pareceres assinados por Anísio Teixeira, cartas de grandes nomes da pesquisa científica e fotografias. Todos trazem novamente à luz a construção da excelência acadêmica brasileira. Essas pérolas documentais ganharam o merecido destaque na exposição A História da CAPES em Documentos – Ciclo I: 1951 a 1973, ocorrida em 2017, por ocasião do 65º aniversário da CAPES.  O evento também marcou a primeira Avaliação Quadrienal da pós-graduação. Com muitas histórias de superação, O Arquivo Central demonstra que, aos 70 anos, a CAPES projeta o futuro com todo o respeito ao passado.

Legenda das imagens:
Banner: Relatórios de atividades da CAPES estão no Arquivo Central (Foto: Naiara Demarco - CCS/CAPES)
Imagem 1: Selo criado em comemoração aos 70 anos da CAPES (Foto: CCS/CAPES)
Imagem 2: Alguns dos documentos mais importantes da pós-graduação brasileira estão no Arquivo Central da CAPES (Foto: Naiara Demarco - CCS/CAPES)
Imagem 3: Arquivo Central da CAPES conta com estrutura para armazenagem do acervo da Fundação (Foto: Naiara Demarco - CCS/CAPES)
Imagem 4: Equipe do Arquivo Central da CAPES (Foto: Lucas Lopes - CCS/CAPES)

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES