Notícias

Se liga, consumidor: você tem direito de não receber ligações abusivas

Na edição deste mês do programa “Se liga, consumidor”, a coordenadora da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) Fernanda Vilela explica que o consumidor tem direito de não receber chamadas indesejadas e em excesso.
Publicado em 23/02/2021 18h25
CAPA YouTube_ligacoes.png

Brasília, 23/02/2021 -  Na edição deste mês do programa “Se liga, consumidor”, a coordenadora da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) Fernanda Vilela explica que o consumidor tem direito de não receber chamadas indesejadas e em excesso.

Em geral, existem três tipos de ligações feitas ao consumidor. A primeira são as ligações de telemarketing, em que um atendente oferece produtos e serviços.

As ligações feitas por robô, por sua vez, são de dois tipos: as exclusivas, destinadas a um só consumidor, e que são utilizadas muitas vezes para cobrança de dívidas. “Se várias cobranças são feitas por dia por ligações, elas podem se tornar vexatórias, e o consumidor tem direito de reclamar”, explica Vilela. 

Outro tipo de “robocall”, chamada feita por máquinas, são as simultâneas, em que vários consumidores recebem a mesma chamada. Nesses casos, o primeiro consumidor que atender o telefone é direcionado a um atendente de telemarketing, e os demais terão a ligação encerrada automaticamente. 

 As ligações podem ser consideradas abusivas quando o consumidor as recebe frequentemente e em grande quantidade. “Neste caso, há violação à intimidade do consumidor. O Código de Defesa do Consumidor proíbe esse tipo de conduta”, alerta. 

 Vilela explica que pelo canal www.naomeperturbe.com.br, qualquer cidadão pode cadastrar-se para não receber mais ligações de empresas telefônicas. Outra recomendação da coordenadora é anotar os números que realizam chamadas repetitivas, capturar a tela do celular ou mesmo gravá-los. É possível registrar reclamações no Procon de sua cidade ou no site www.consumidor.gov.br

 O programa “Se liga, consumidor!” é uma parceria do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) com a Escola Nacional de Defesa do Consumidor da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça. Trata-se de uma série de vídeos curtos, com linguagem fácil e objetiva, em que especialistas abordam o dia a dia das relações de consumo e esclarecem dúvidas sobre direitos básicos garantidos pelo Código de Defesa do Consumidor.

Para assistir, clique aqui para acessar o canal oficial do MJSP no YouTube.