Notícias

Ministério da Justiça e Segurança Pública auxilia operação contra o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em seis estados

Publicado em 20/07/2021 18h39
Ministério da Justiça e Segurança Pública auxilia operação contra o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em seis estados.png

Brasília, 20/07/2021 - O Ministério da Justiça e Segurança Pública auxiliou a Polícia Civil do Rio Grande do Sul na deflagração da Operação Irmandade, que apura crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em seis estados, nesta terça-feira (20). 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, esse foi o maior esquema de venda de drogas e de lavagem de dinheiro do estado. Até o momento, estão sendo cumpridos 72 mandados de busca e apreensão, cinco de prisão preventiva, além do bloqueio de ativos financeiros, veículos e imóveis, que ultrapassam R$ 3,5 milhões. A investigação teve a duração total de dois anos. Outras 19 prisões temporárias solicitadas foram indeferidas e estão sendo efetivadas 254 medidas cautelares, que podem chegar a 385, ao longo da investigação.

Por meio da Secretaria de Operações Integradas, houve a integração das polícias de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Bahia e Pará para atuar na investigação, que contou com a participação de 330 agentes.

Sobre o caso

A organização criminosa vendia drogas em diversas cidades gaúchas e depositava o dinheiro em mais de 100 contas de pessoas diferentes nos seis estados. Os criminosos atuavam com facção de expressão nacional, desde 2017, no Vale do Sinos (RS). Os extratos bancários e relatórios fiscais e de inteligência financeira confirmaram a movimentação anual de R$ 120 milhões de pessoas físicas e jurídicas investigadas. Os ativos também estavam sendo enviados à Bolívia, ao Paraguai e à Colômbia.

Justiça e Segurança