Notícias

Agenda Segurança Pública 2021: Ministro André Mendonça acompanha Operação Estado Presente e homenageia profissionais de segurança pública do Espírito Santo

Visita do ministro fortalece o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP)
Publicado em 19/02/2021 12h08
Agenda Segurança Pública 2021: Ministro André Mendonça acompanha Operação Estado Presente e homenageia profissionais de segurança pública do Espírito Santo

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, chega a Cariacica (ES) e Vitória (ES), nesta sexta-feira (19), para acompanhar ações da “Agenda Segurança Pública 2021. Sistema Único de Segurança Pública fortalecido, cidadão mais seguro”.

A ação faz parte das estratégias do Ministério da Justiça e Segurança Pública para uma atuação conjunta, sistêmica, integrada e coordenada do governo Federal com os Estados no combate ao crime organizado e à criminalidade violenta. Dessa forma, buscase o fortalecimento do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), instituído pela Lei 13.675/2018.

O ministro acompanha o trabalho das forças de segurança pública na operação “Estado Presente”, que tem como objetivo fortalecer o trabalho ostensivo e dar cumprimento a mandados de prisão no Espírito Santo.

André Mendonça se encontra, ainda, com profissionais e gestores da Segurança Pública do Estado para debater as realidades locais em busca de soluções conjuntas que atendam as demandas do Estado na área de Segurança Pública.

Investimentos

Nos últimos dois anos, o governo repassou ao Estado do Espírito Santo, mais de R$ 106 milhões para investimentos em segurança pública. Além desse montante, outros R$ 6 milhões foram repassados para o Sistema Penitenciário via Fundo Penitenciário Nacional (Funpen).

Homenageados

No Espírito Santo, o ministro André Mendonça entregará o Diploma de Honra ao Mérito da Segurança Pública e Defesa Social a profissionais de segurança pública do Estado que se destacaram no cumprimento de suas funções.

A homenagem foi instituída pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (Portaria nº 38/2021) para reconhecer e homenagear agentes da segurança pública, personalidades ou instituições que tenham se destacado em atuações, ações e contribuições em prol da área e dos assuntos da segurança pública e defesa social.

Edmilson Rios (Polícia Penal): Ingressou na Secretaria de Estado da Justiça em 1984, tendo acompanhado a evolução do sistema penitenciário capixaba. Profissional dos mais antigos em atividade, muito querido entre seus pares, a distinção que eventualmente possa receber será um marco na longeva carreira, pois, apesar de décadas de serviço em uma atividade desgastante como a da segurança pública, ainda hoje exerce atividades operacionais, sendo visto frequentemente na portaria do Complexo Prisional de Viana, devidamente fardado e equipado, sempre pronto a servir como se ainda fossem seus primeiros dias de trabalho.

Investigador Carlos Augusto Gabriel de Souza (Polícia Civil): Trata-se de profissional imprescindível na construção das ferramentas de dados estatísticos existentes e no aprimoramento e criação de tecnologias modernas que propiciarão ao Estado do Espírito Santo avançar na análise do fenômeno criminal, assegurando respostas mais rápidas e eficazes que impactarão sobremaneira na qualidade de vida da população capixaba e na sua sensação de segurança.

Cabo Thiago Bertoli Gomes (Polícia Militar): O indicado é um policial ímpar e um profissional de notável aptidão para o exercício deste ofício. Suas qualidades foram indispensáveis para o sucesso no salvamento de uma criança de dois anos de idade, fato este ocorrido no dia 1º de maio de 2020.

Sargento Luiz Jorge Novo dos Santos (Corpo de Bombeiros): Entre outros feitos, o bombeiro militar evitou que um cidadão pulasse do vão da terceira ponte. O referido militar estava de folga e ao avistar um cidadão sobre o guarda corpo da ponte, sem hesitar, parou o seu veículo em via contrária, e atravessou tomando as providências necessárias a fim de que o suicídio fosse evitado.

Investigador Roberto Luiz Avelino Pereira Filho (Polícia Civil): O servidor é um sobrevivente, tendo ficado entre a vida e a morte após ser atingido por um tiro enquanto procurava pelos autores de um latrocínio ocorrido na Praia de Manguinhos.

Subtenente Marco Antônio Cordeiro (Corpo de Bombeiros) Indicação Post Mortem: Atendeu a uma solicitação, juntamente com sua equipe, para a realização das buscas por um cachorro que estava preso a um paredão de pedra. No local a guarnição foi recebida pelo solicitante, que os conduziu até o alto da pedra, numa posição em que fosse possível acessar o animal através da técnica de rapel, transcorrido um tempo e não obtendo sucesso nas tentativas de contato, a guarnição decidiu tentar içar o militar, porém não foi possível pois o militar, por alguma razão, havia se machucado, pois estava sujo de sangue e pendurado na corda. Seu amor pela farda e pelo serviço Bombeiro Militar ainda reverberará no seio da tropa.

Justiça e Segurança