Notícias

COVID-19

Plataforma Todos por Todos já oferece mais de 800 serviços gratuitos ou em caráter emergencial

Lançado pelo governo federal há um mês e meio, espaço atrai doações de empresas e instituições que tentam reduzir impacto da pandemia
Publicado em 25/05/2020 15h13

A plataforma Todos por Todos completa um mês e meio de lançamento pelo governo federal já oferecendo 810 serviços doados ou liberados em caráter emergencial à população brasileira, como medida de enfrentamento à pandemia de coronavírus e redução de seu impacto negativo. O espaço surgiu com alguns serviços dos próprios órgãos federais, como cursos a distância da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e de universidades ou, ainda, opções de entretenimento em museus. Rapidamente, empresas, entidades, associações e demais órgãos públicos aderiram à novidade.

Hoje, o Todos por Todos reúne, entre tantas outras doações, salas virtuais oferecidas por empresas de alta tecnologia, que permitem a realização de reuniões e conferências on-line no setor público ou privado. O resultado é que, quando preciso, os profissionais permanecem trabalhando e se reunindo sem se deslocar. A plataforma é facilmente acessada no portal Gov.br, seja por computador, smartphone, tablet ou notebook.

“A possibilidade de manter profissionais do setor público e da iniciativa privada trabalhando uns com os outros onde quer que estejam e se capacitando é um dos ganhos com a plataforma, porque há importante adesão de empresas com soluções em tecnologia da informação (TI) e de órgãos com cursos especializados, tão procurados neste momento”, destaca o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro. “As restrições impostas pelo coronavírus abriram espaço para a criatividade, a solidariedade e para canais como este, de ajuda a toda a população.”

Recolocação no mercado

“Soube do Todos por Todos pela imprensa e logo me interessei, porque começamos neste período de quarentena uma campanha para que as empresas pudessem cadastrar vagas gratuitamente”, conta o engenheiro de software Morris Litvak, 37 anos. Ele criou uma plataforma que oferece recolocação para pessoas acima de 50 anos, que são estimuladas a se atualizar e buscar alternativas. Com o Todos por Todos, ele espera criar mais oportunidades.

A empreendedora Roberta Chaves Monteiro, 33 anos, de Pelotas (RS) descobriu no Todos por Todos um canal para facilitar a vida das outras pessoas. Utilizando a experiência de cinco anos em promoção de eventos, ela abriu a agenda para amenizar de graça a ansiedade de noivas e noivos que tiveram o casamento frustrado em função da pandemia. E também de debutantes, formandos, quem quer que tenha perdido o evento com o qual sonhava.

Na plataforma Todos por Todos, Roberta começou a oferecer assessoramento virtual em todo o país para quem precisa postergar os planos. “Tive cinco casamentos e três eventos de 15 anos adiados desde o final de março e vi o sofrimento e a insegurança de todas essas noivas, essas meninas. E percebi que havia pessoas querendo se aproveitar, cobrando por serviços que não poderiam prestar. Quero ajudar para que essas pessoas não desistam de seus sonhos”, diz ela.  

Conectar para ajudar

Ao todo, 30 empresas oferecem seus serviços no ícone Ferramentas de produtividade e trabalho a distância. Há também 753 opções de capacitação on-line, 11 de tecnologias para auxílio de saúde física e mental, nove ferramentas para encontrar serviços a distância, informações em tempo real sobre o coronavírus e sobre os serviços digitais.

Atualmente, 55% dos 3,3 mil serviços do governo federal já são digitalizados. Alguns foram criados no contexto da atual pandemia, como Solicitar Auxílio Emergencial de R$ 600 (Covid-19), do Ministério da Cidadania, e o Seguro Desemprego do Empregado Doméstico, do Ministério da Economia.

“Ao entrar na plataforma, as pessoas têm acesso a serviços com capacidade real de ajudar as pessoas”, ressalta o diretor do Departamento de Experiência do Usuário de Serviços Públicos da Secretaria de Governo Digital, Joelson Vellozo Júnior. “O grande mérito é conectar quem pode ajudar com quem tem necessidade de ajuda, nas mais diversas áreas.”