Notícias

Assuntos Internacionais

Paulo Guedes fala sobre a economia global em evento do G20

Ministro abordou temas como políticas econômicas para recuperação; vacinação, apoio a países vulneráveis e tributação da economia digital
Publicado em 13/10/2021 17h14 Atualizado em 15/10/2021 17h35

13/10/2021 – 4ª Reunião de Ministros de Finanças e Presidentes de Bancos Centrais do G20

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou nesta quarta-feira (13/10) da 4ª Reunião de Ministros de Finanças e Presidentes de Bancos Centrais do G20, em Washington, nos Estados Unidos. Paulo Guedes foi convidado a participar do grupo principal de expositores (lead speakers) da sessão de abertura do evento, que tratou sobre economia global. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também participou do encontro e falou na sessão de questões sobre a economia financeira.   

Na reunião de ministros e presidentes de BCs do G20 são discutidos assuntos relacionados à economia global e aos esforços para a promoção do crescimento econômico. Nesta edição teve destaque a continuidade da recuperação global, com a análise do ritmo de vacinação nos países. Ministros e governadores expuseram seus pontos de vista sobre como dar sequência à recuperação sustentável da economia e endereçar a solução dos danos causados pela pandemia, sobretudo nos grupos sociais mais impactados.

Além das iniciativas para combate às consequências da pandemia e do apoio oferecido às populações mais vulneráveis, houve atenção especial às mudanças climáticas – com propostas para tornar mais inclusiva e sinérgica a transição para a economia verde, questões do setor financeiro e tributação internacional. Sobre esse último tema, teve destaque o acordo sobre tributação da economia digital e o desenvolvimento de regras e instrumentos multilaterais para sua implementação.   

Recuperação e proteção

Nessa sessão, o tema da fala do ministro Paulo Guedes foi “Políticas econômicas para a recuperação e proteção contra riscos e spillovers . O ministro abordou pontos como riscos para a economia global, compromisso e performance da vacinação contra a Covid-19, indicadores e desempenho da economia brasileira – crescimento, emprego, inflação, responsabilidade fiscal, investimento e reformas – e alerta para a crise energética global.

Fez parte da sessão o endosso do 4º Relatório de Progresso do Plano de Ação do G20, que o Brasil apoia, e o relato de grupos de trabalho do G20 para acompanhamento do progresso dos compromissos para enfrentamento da pandemia.

Tributação Internacional

Na última sessão do encontro, o ministro saudou o acordo histórico, com apoio dos países da OCDE e do G20, sobre as políticas tributárias internacionais para enfrentar os desafios trazidos pela globalização e pela digitalização.

De acordo com Guedes, o acordo entregará um sistema tributário eficaz e mais equitativo. Ele destacou que a contribuição do Brasil foi decisiva para o processo de consenso de construção. O próximo passo é a implementação do acordo, com vista a assegurar a entrada em vigor das novas regras, especialmente no contexto de recuperação da pandemia.

As outras três sessões da reunião trataram de “Bens Globais Comuns e Apoio a Países Vulneráveis” – nesta sessão, as “transições para economias verdes” foram  destaques –;  “Questões do Setor Financeiro”; e “Tributação Internacional”, com a tributação da economia digital recebendo especial atenção. Paulo Guedes e Roberto Campos Neto fizeram intervenções nessas sessões.

Ao fim da reunião, os ministros aprovaram o “Communiqué e seus anexos”, previamente negociados pelos delegados.