Informes RedeVírus MCTI - Subrede Impactos Econômicos da COVID-19

REDEVIRUS_REDE_CLIMA.png

A Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (Rede CLIMA) constitui-se em fundamental pilar de apoio às atividades de pesquisa e desenvolvimento envolvendo mudanças climáticas. Cada uma das 17 subredes dedica-se a um dos aspectos que o tema abrange.

A Subrede Economia dedica-se a dois temas principais: o desenvolvimento de metodologias aplicadas para análise de impactos socioeconômicos das mudanças climáticas no Brasil, com destaque para a construção de modelos de equilíbrio geral computável e simulações de impactos de eventos extremos; e os trabalhos na temática de emissões de gases de efeito estufa, mercados de carbono e políticas de controle de emissões. Os pesquisadores da sub-rede são os responsáveis pelas primeiras simulações de impacto econômico das mudanças climáticas para o Brasil e pelas mais relevantes análises de políticas brasileiras de controle de emissões de gases de efeito estufa.

Os objetivos deste projeto desenvolvido pela Rede CLIMA – Subrede Economia são mensurar e mapear os impactos socioeconômicos de medidas de isolamento social para definição de políticas públicas de enfrentamento dos impactos imediatos e de longo prazo causados pela COVID-19 nas cinco regiões do Brasil; e avaliar as implicações de políticas de mitigação de emissões de gases de efeito estufa na recuperação e superação de vulnerabilidades econômicas.

Este trabalho foi coordenado pelos pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e mobiliza pesquisadoras e pesquisadores de diferentes instituições. O projeto contou com financiamento da FINEP e do MCTI.

REDE_CLIMA_SUB_Informe1.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe2.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe3.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe4.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe5.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe6.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe7.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe8.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe9.png

REDE_CLIMA_SUB_Informe10.png