Notícias

Proteção

Operação apreende 570 animais no entorno do Parque Serra de Itabaiana em Sergipe

Publicado em 19/11/2020 15h55
Gaiolas destruídas. Foto: Marco Antônio de Freitas

Gaiolas destruídas, (Foto: Marco Antônio de Freitas)

Fiscais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram uma ação de fiscalização nas cidades do entorno do Parque Nacional Serra de Itabaiana, em Sergipe. O resultado foi a apreensão de 570 animais (522 pássaros silvestres,  47 jabutis e um tejo), duas espingardas, três carcaças e ainda a aplicação de seis multas que somam R$ 50 mil.

Os pássaros foram soltos na natureza e mais de 600 gaiolas e alçapões foram destruídos, além de seis tatuzeiras. A Operação começou no dia 13 e encerrou no dia 19 de novembro.  A ação ocorreu em parceria com a equipe da Estação Ecológica (Esec) de Murici em Alagoas.

Sobre o Parque - Localizado no município de Areia Branca, em Sergipe, o Parque Nacional Serra de Itabaiana protege 8.024,79 hectares do bioma da Mata Atlântica. A unidade de conservação foi criada em 2005 com o objetivo de proteger e preservar os ecossistemas naturais existentes, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e de turismo ecológico.  

O Parque  resguarda mananciais que são formados pelos rios Cotinguiba, das Pedras, Jacaracica e Poxim, vitais ao sistema hídrico de Aracaju.  A unidade abriga uma biodiversidade que inclui diversas espécies de répteis, anfíbios, mamíferos e  aves. O lagartinho-de-abaeté  é um dos animais protegidos pela unidade e está na lista de espécies ameaçadas. 

Comunicação ICMBio

comunicacao@icmbio.gov.br