Estrutura

Publicado em 05/08/2020 14h31 Atualizado em 04/09/2020 16h39

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) tem sede nacional em Brasília (DF) e possui a seguinte estrutura organizacional:

  • Órgão colegiado: Comitê Gestor composto pelo presidente do ICMBio e pelos diretores.
  • Órgão de assistência direta e imediata ao presidente do ICMBio: Gabinete.
  • Órgãos seccionais: Procuradoria Federal Especializada, Auditoria Interna, Corregedoria e Diretoria de Planejamento, Administração e Logística (DIPLAN).
  • Órgãos específicos singulares: Diretoria de Criação e Manejo de Unidades de Conservação (DIMAN), Diretoria de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial em Unidades de Conservação (DISAT) e Diretoria de Pesquisa, Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade (DIBIO).
  • Unidades descentralizadas: Gerências Regionais, Unidade Especial Avançada, Unidades de Conservação federais, Centros Nacionais de Pesquisa e Conservação e Centro de Formação em Conservação da Biodiversidade.

As Unidades de Conservação federais são coordenadas por Gerências Regionais, uma em cada região geopolítica do país, com sedes em Cabedelo (PB), Santarém (PA), Goiânia (GO), São Paulo (SP) e Florianópolis (SC). Para a melhoria da gestão das unidades descentralizadas, o ICMBio dispõe de Bases Avançadas e Núcleos de Gestão Integrada, vinculados às Gerências Regionais. 

Leia na íntegra o Decreto que aprova a estrutura regimental do ICMBio.