Notícias

Rio de Janeiro é sede do 22º Campeonato Mundial Militar de Equitação

Publicado em 13/10/2021 14h53


Rio de Janeiro (RJ), 13/10/2021 - Na terça-feira (12), ocorreu a cerimônia de abertura do 22º Campeonato Mundial Militar de Equitação, modalidade Salto, do Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM), no Rio de Janeiro (RJ). A competição prossegue até domingo (17), com a participação de equipes do Brasil, da Rússia, do Kuwait, do Bahrein, da França, do Chile, do Equador e do Paraguai. Todo o mundial, coordenado pela Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB), do Ministério da Defesa, ocorre no Centro Nacional de Hipismo - Parque Equestre General Eloy Menezes, localizado nas instalações olímpicas de Deodoro.

IMG_1146.JPG

A cerimônia contou com a presença do diretor de Desporto Militar do Ministério da Defesa e chefe da delegação militar do Brasil, Major-Brigadeiro do Ar João Campos Ferreira Filho; e do Presidente do CISM, Coronel Hervé Piccirillo, entre outras autoridades. “O desporto tem papel fundamental na vida do militar. Desenvolve e coloca em prática atributos de vital importância, a camaradagem, a responsabilidade, a lealdade e o caráter, sem deixar de mencionar o respeito à hierarquia e à disciplina. Desejamos que a ética e o espírito desportivo norteiem cada prova disputada”, discursou o Major-Brigadeiro do Ar Campos.

IMG_0633.JPG

“A equitação é uma parte importante dos nossos exércitos. Esse esporte é um dos pilares da preparação física e psicológica do soldado com fortes valores militares, compromisso, espírito de equipe e humildade. Meus melhores votos para todos na competição. Aproveitem o campeonato com o mesmo espírito dos fundadores do CISM, amizade e fraternidade”, destacou o Presidente do CISM.

 IMG_1216.JPG

Ineditismo no Brasil

Pela primeira vez na história, a equipe brasileira terá a participação de uma atleta do segmento feminino, a Tenente Mariana Sousa, campeã do Exército em 2021. Completam a equipe o Coronel Renato Pacheco e o Tenente Danilo Machado, também do Exército; e o Tenente-Coronel Cláudio de Azevedo Goggia, da Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Nos 7º Jogos Mundiais Militares, na China, em 2019, última competição internacional da modalidade, o Brasil conquistou a medalha de prata, no individual, e o quarto lugar por equipes entre 56 cavaleiros de 21 países.

 IMG_1205.JPG

O CISM

Fundado em 18 de fevereiro de 1948, em Nice, na França, o Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM) é uma das maiores organizações multidisciplinares do mundo. O CISM organiza vários eventos esportivos para as Forças Armadas dos 140 países membros e é uma das organizações esportivas globais em que o maior número de modalidades está representado.

A Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB) é a representação do País no CISM. Ela integra o Departamento de Desporto Militar (DDM) do Ministério da Defesa e tem a responsabilidade de elaborar o planejamento estratégico do desporto militar para as Forças Armadas. Para tanto, trabalha em consonância com as Comissões de Desportos da Marinha (CDM), do Exército (CDE) e da Aeronáutica (CDA). Atualmente, todas as ações da CDMB são alinhadas ao trabalho estratégico do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e ao planejamento de confederações e clubes, com o objetivo de fortalecer o esporte brasileiro.

Por Júlia Campos

 

Confira os destaques da semana:

Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071