Olímpiadas Científicas

Publicado em 17/10/2020 01h27 Atualizado em 09/12/2020 09h31

As Olimpíadas Científicas são consideradas momentos privilegiados para a divulgação científica e para a descoberta e incentivo de novos talentos. O caráter competitivo estimula a inventividade dos alunos e professores, além de fornecer elementos fundamentais ao Ministério da Educação para avaliar os estudantes brasileiros em relação aos alunos de outros países. Como benefício adicional, muitas olimpíadas incentivam o trabalho em equipe, reforçando hábitos de estudo, o despertar de vocações científicas e os vínculos de cooperação entre equipes de estudantes e professores.

Em 2012, a chamada MCTI/CNPq/SECIS/MEC/CAPES/FNDE No. 49/2012 apoiou dez Olimpíadas Científicas. São elas: Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente; Olimpíada Brasileira de Robótica 2013; 3a Olimpíada Brasileira de Agropecuária; Olimpíada Brasileira de Física 2013; IX Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB); 5a. Olimpíada Nacional em História do Brasil - Edição 2013; Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM); I Olimpíada de Biodiversidade e Ciências da Vida para o Ensino Médio; XVI Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica; e Programa Nacional Olimpíadas de Química.

Saiba mais.