Notícias

Educação

DNIT dá dicas de segurança no trânsito

Fique atento e respeite os mais vulneráveis: crianças, idosos, pessoas com deficiência
Publicado em 08/10/2021 16h45
Educacao_no_transito_8-10_Materia_site.jpeg

Uma das atribuições da Coordenação de Multas e Educação para o Trânsito do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é atuar na área de segurança viária. O objetivo de reduzir mortes e sinistros é  compromisso do DNIT para melhorar o trânsito, de acordo com orientações da Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2021/2030, da Organização das Nações Unidas (ONU). O documento alcança, principalmente, as pessoas em situação de vulnerabilidade como idosos, crianças e pessoas com deficiência.  
 
O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) também é categórico ao dividir as responsabilidades do trânsito por todos os usuários, mas salienta a importância de o maior veículo zelar pelo menor e todos pela incolumidade dos pedestres. 
 
Diante disso, é necessário que todos os usuários respeitem uns aos outros e sejam empáticos, principalmente com os mais vulneráveis. 
 
Direção defensiva - A direção defensiva tem como objetivo a segurança no trânsito para diminuir o índice de sinistros ou minimizar suas consequências.   
 
Um dos pilares dessa prática é a atenção. Esse princípio indica que o condutor deve estar atento, não só às suas ações, mas a tudo o que acontece à sua volta para antecipar possíveis situações perigosas e conseguir preveni-las. Os outros princípios que fazem parte da direção defensiva são: a prática (experiência) e a ação (consciente), que indicam que o motorista deve estar preparado para realizar as manobras necessárias para evitar acidentes. 

Se beber, não dirija - 
Ao condutor é proibido dirigir mesmo que tenha ingerido pouca quantidade de bebida alcoólica. Isso porque o álcool causa efeitos no organismo que interferem na percepção e na velocidade dos reflexos — dois pontos muito importantes quando se fala em segurança no trânsito. 

Esteja atento à sinalização - A sinalização das vias é pensada para garantir a segurança no trânsito. Placas, semáforos e as marcações na pista indicam as ações que o motorista deve fazer para evitar acidentes como: parar, respeitar o limite de velocidade, não ultrapassar, dar preferência, seguir em frente, etc. Essas orientações servem tanto para evitar sinistros como para manter a organização do trânsito.     
Sinalize antes de realizar uma ação - Usar a seta antes de fazer uma conversão é obrigatório para avisar aos veículos que seguem atrás, bem como aos pedestres, motociclistas, ciclistas e pessoas com deficiência.

No trânsito, sua responsabilidade salva vidas.
  
 
Coordenação-Geral de Comunicação Social – DNIT