Notícias

Dissertação de bibliotecária da UFC é reconhecida como uma das melhores do País na área de Ciência da Informação

É a segunda premiação relacionada à dissertação de Juliana Soares. Outro resultado oriundo do estudo foi a aprovação no Edital RNP-CNPq-IBICT para Ciência Aberta, lançado pela RNP, o CNPq e o IBICT.
Publicado em 05/11/2021 18h01

A servidora técnico-administrativa e bibliotecária Juliana Soares Lima, egressa do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará (PPGCI/UFC) foi agraciada com o 2º lugar no Prêmio ANCIB, que reconhece as melhores dissertações do País em Ciência da Informação. A honraria foi concedida pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação, e a divulgação aconteceu durante o XXI Encontro Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ENANCIB).

Considerado o mais importante evento nacional da Pós-Graduação em Ciência da Informação no Brasil, o ENANCIB ocorreu entre os dias 25 e 29 de outubro, em formato remoto, a partir da cidade do Rio de Janeiro. Com o título "Gestão de Dados de Pesquisa no Contexto da Ciência Aberta: percepção dos pesquisadores da Universidade Federal do Ceará'', a dissertação de Juliana foi defendida em 2020 e investigou as práticas e necessidades informacionais dos pesquisadores (docentes, discentes e técnico-administrativos em educação vinculados ao mestrado ou ao doutorado) dos cursos de pós-graduação da UFC, concernentes ao gerenciamento de dados de pesquisa e à Ciência Aberta. A orientação do trabalho foi da Profª Giovanna Guedes Farias (PPGCI/UFC).

A dissertação premiada de Juliana Lima (à esq.) versou sobre gestão de dados, sob orientação da Profª Giovanna Farias (Imagem: Divulgação)

“Concorri na categoria de melhor dissertação de mestrado acadêmico. Fiquei imensamente feliz, jamais imaginei figurar como uma das mais importantes, pois a gente sabe que a maioria dos prêmios se concentram nas regiões Sul e Sudeste. É uma conquista muito grande para o meu programa de pós e ter conseguido esse segundo lugar me enche de orgulho e à minha orientadora", comenta Juliana Lima.

Esta é a segunda premiação relacionada à dissertação da servidora, cuja pesquisa no ano passado foi eleita como a melhor dissertação do PPGCI/UFC. Outro resultado oriundo do estudo foi a aprovação no Edital RNP-CNPq-IBICT para Ciência Aberta, lançado pela Rede Nacional de Pesquisa (RNP), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT). Esse edital prevê a construção de uma federação nacional de repositórios de dados de pesquisa. A UFC foi uma das quatro instituições brasileiras selecionadas, a partir de proposta do Sistema de Bibliotecas da Universidade, que define a incubação de um repositório institucional de dados de pesquisa baseado na ferramenta Dataverse.

Destaca Juliana que as atividades de incubação tiveram início no dia 24 de agosto deste ano e que, atualmente, os representantes das quatro instituições escolhidas estão passando por atividades de consultoria e transferência de tecnologia junto a RNP, CNPq e IBICT. "Têm sido encontros muito ricos nos quais contamos com atendimentos e capacitações teóricas, em um processo rico de aprendizagem", afirma.

Além da pesquisa, Juliana realiza divulgação de estudos científicos produzidos pelos servidores técnico-administrativos da UFC, através do Canal Plurissaberes. A iniciativa é um projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PREX) da Universidade e coordenado por bibliotecárias e bibliotecários que atuam na mediação da informação técnico-científica transmídia. "Apesar das pessoas acharem que só docentes fazem pesquisa, mas os técnicos-administrativos da nossa Instituição produzem sim pesquisa, e são contribuições muito bacanas que trazem um enorme retorno para a UFC e para a nossa sociedade. Os meus colegas servidores da UFC, assim como eu, têm muito orgulho dessa casa, muitos foram formados aqui e com orgulho estão de volta, trabalhando e vestindo a camisa da Instituição", enfatiza.

 

Por: Veruska Maciel, do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFC