Fusão Nuclear (seminários técnicos)

Publicado em 10/08/2021 15h37 Atualizado em 26/08/2021 15h42

FUSÃO NUCLEAR

 

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) desenvolve ações voltadas ao fomento das atividades de pesquisa científica e tecnológica em fusão termonuclear controlada no Brasil. Busca, assim, contribuir para a criação das condições necessárias para o desenvolvimento desta estratégica forma de produção de energia e sua futura inclusão em nossa matriz energética, caso esta opção venha a se mostrar atrativa no futuro.

Neste contexto, vale destacar uma série de medidas e posicionamentos institucionais da CNEN direcionados ao desenvolvimento da tecnologia de fusão nuclear. Durante os últimos anos, houve uma vontade e um esforço da instituição para implantação do Laboratório de Fusão Nuclear (LFN), uma estrutura de caráter nacional a ser construída no município de Iperó-SP, na mesma área do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), outro projeto estruturante da CNEN. O projeto de engenharia do LFN/CNEN encontra-se pronto e aguarda recursos do Governo Federal para sua execução.

Em outra linha de ação, em novembro de 2020 a CNEN submeteu ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) uma proposta de portaria ministerial para a reativação da Rede Nacional de Fusão (RNF), que terá a função de coordenar as atividades de pesquisa científica e tecnológica em fusão nuclear no País. Mais recentemente, a CNEN coordenou a elaboração de uma proposta para o estabelecimento de um Programa Nacional de Fusão Nuclear (PNFN), em consonância com as diretrizes da Política Nuclear Brasileira (Decreto nº 9.600, de 5 de dezembro de 2018), também já submetida ao MCTI. Este Programa contém um histórico da pesquisa em fusão nuclear realizada no País e propõe um conjunto de ações de curto, médio e longo prazos para o desenvolvimento desta estratégica área de conhecimento.

Dando continuidade a essas ações, a CNEN promoverá, a partir de agosto de 2021, uma série de seminários técnicos sobre fusão nuclear. Estes eventos reunirão pesquisadores da área de fusão nuclear e representantes dos ministérios interessados no assunto. No primeiro seminário serão apresentadas as propostas da RNF, do PNFN, o estágio atual de implantação do LFN/CNEN, e discutida a elaboração de um plano de pesquisas em fusão termonuclear controlada no País.

  

 

 Arquivos relacionados

 

I Seminário de Fusão Nuclear – 12/08/2021

 Programação 

 

 - Apresentações realizadas no seminário: 

Rede Nacional de Fusão: Histórico e Operação -  Luiz Fernando Ziebell (UFRGS).

Rede Nacional de Fusão - Nova Portaria MCTI - Orlando João Agostinho Gonçalves Filho (CNEN).

Laboratório de Fusão Nuclear - Estágio de Implantação do Projeto - Orlando João Agostinho Gonçalves Filho (CNEN).

Proposta de Programa Nacional de Fusão Nuclear - Gustavo Paganini Canal (IFUSP).

 - Apoio ao Programa Nacional de Fusão Nuclear e Formação de Recursos Humanos - Gustavo Paganini Canal (IFUSP).

Modernização do Experimento Tokamak Esférico - ETE - Júlio Guimarães Ferreira (INPE).

Modernização do Tokamak TCABR para Estudos de Supressão de ELMs por Campos RMP - Gustavo Paganini Canal (IFUSP). 

Estudos Conceituais para a Máquina Intermediária - Gustavo Paganini Canal (IFUSP) / Gerson Otto Ludwig (CNEN). 

Projetos Científicos e Tecnológicos: Fusão Termonuclear Controlada - Maria Celia Ramos de Andrade (INPE). 

Parcerias Internacionais e Nacionais - José Helder Facundo Severo (IFUSP). 

Acordo Brasil Euratom - Ricardo Magnus Osório Galvão (IFUSP).  

 

 

Outros:

Vídeo com gravação do I Seminário de Fusão Nuclear.

- Minuta de Portaria MCTI que institui a Rede Nacional de Fusão. 

Proposta de Programa Nacional de Fusão Nuclear.

 

- Formulário para apresentação de proposta de pesquisa na área de fusão nuclear.

Versão PDF 

Versão Word

Prazo para entrega das propostas: 12 de novembro de 2021.  Eventuais necessidade de prorrogação deste prazo devem ser solicitadas pelo e-mail seminario-fusao-nuclear@cnen.gov.br .