Supervisão, Controle e Correição

Publicado em 05/05/2021 05h00 Atualizado em 28/12/2021 09h22

O ano de 2021 marcou um importante acontecimento no setor nuclear nacional com a edição da Lei nº 14.222, de 15 de outubro de 2021, que criou a Autoridade Nacional de Segurança Nuclear (ANSN). Essa nova autarquia nasce da CNEN, por evolução da Diretoria de Radioproteção e Segurança e atenderá uma antiga orientação da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) de separar as atividades de desenvolvimento do uso da energia nuclear, das atividades de regulação.

Em agosto, o Comitê Interno de Governança (CIG) reuniu-se para avaliar a evolução dos trabalhos realizados pelo Conselho de Ética, Ouvidoria, SIC, Comitê Gestor da Integridade, Correição e avaliar a execução do Programa TransformaGOV na CNEN. Ainda sobre o CIG, a Portaria PR/CNEN nº 058, de 16 de dezembro de 2020, de criação daquele Comitê, sofreu uma revisão com o objetivo de dar mais agilidade e transparência aos trabalhos. Assim, foi editada a Portaria PR/CNEN nº 070, de 11 de novembro de 2021, por meio da qual foi instituído o Núcleo de Apoio ao CIG, reorganizada a maneira de atuar do CIG e conferida novas atribuições aos seus integrantes.

O Plano de Gestão Estratégica e Transformação Institucional – PGT, assinado no âmbito do TransformaGOV, cujo objetivo principal é a modernização da administração pública federal para prestar melhores serviços à sociedade, continuou sua implantação ao logo de 2021, chegando ao final do ano com 56% das metas concluídas. 

Em outubro teve início o projeto de implantação da gestão de riscos na CNEN. Para tal, o projeto foi dividido em etapas. A primeira destinou-se a capacitação do pessoal integrante do Núcleo de Gestão e Riscos (NGR), da escolha da metodologia de gestão de riscos a ser aplicada e do software que será empregado. A 1ª etapa tem previsão de término em abril de 2022 com a execução de um projeto piloto, onde a metodologia será aplicada em processos selecionados e testada a capacitação das equipes de gestão de riscos para as etapas subsequentes.

Por fim, cabe mencionar o trabalho de construção da cadeia de valor integrada (CVI) da CNEN. Esse trabalho teve a colaboração técnica da Secretaria de Gestão do Ministério da Economia e servirá de base para a confecção do Plano Estratégico Institucional em 2022, ambas metas pactuadas no PGT.

Ações de Auditoria Interna

Ações de Correição