Notícias

Inscrições abertas para instituições de ensino superior - Operação RONDON DAS GERAIS

A iniciativa tem como objetivo promover ações transformadoras de capacitação a cidadania por meio do voluntariado.
Publicado em 11/06/2021 00h00 Atualizado em 23/07/2021 12h20
Rondon das Gerais

O Ministério da Defesa, por meio do Departamento de Ensino, receberá, até 23 de julho de 2021, inscrições para o processo seletivo para a Operação RONDON DAS GERAIS, que contemplará até 12 (doze) municípios do estado de Minas Gerais e que terá como centro regional a cidade de Montes Claros.

Podem participar deste processo Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas de todo o País. 
A iniciativa envolve o Ministério da Defesa (Coordenação-Geral do Projeto Rondon), o Governo do Estado de Minas Gerais, a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMANS), o Exército Brasileiro, por meio do 55º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, sediado em Montes Claros, e Instituições de Ensino Superior (IES) de diversos estados do País.

A proposta deste edital é que as IES elaborem propostas de ação, com caráter de extensão, que contribuam para o desenvolvimento sustentável das comunidades. Essas ações deverão ser direcionadas, prioritariamente, a um público capaz de reproduzi-las e multiplicá-las entre os integrantes da comunidade, tornando-as permanentes.
Ações multiplicadoras

Coordenado pelo Ministério da Defesa, o Projeto Rondon tem a participação dos Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Educação, da Cidadania, da Saúde, do Meio Ambiente e da Secretaria de Governo da Presidência da República. Dessa forma, o Projeto se constitui em um esforço interministerial, que conta com o apoio de Instituições de Ensino Superior de todo o País, de estados e de municípios para promover o desenvolvimento da cidadania nos universitários e o desenvolvimento dos índices sociais nas comunidades atendidas.

Nos últimos 16 anos, o Projeto Rondon realizou 85 operações, em 1.249 municípios, de 24 unidades da federação. Nessas operações, contou com 2.371 participações de instituições de ensino superior e 23.653 Rondonistas (universitários e professores), capacitando cerca de 2 milhões de pessoas em todo o Brasil.