Notícias

Governo busca ampliar acesso de brasileiros à transformação digital, afirma Julio Semeghini

Publicado em 15/09/2020 17h42

Apandemia da Covid-19 acelerou a transformação digital e o governo federal está comprometido em fazer com que ela chegue ao maior número de brasileiros. A afirmação foi feita pelo ministro interino de Ciência Tecnologia e Inovações, Julio Semeghini, nesta terça-feira (15), ao participar do debate “Um Mundo Transformado com a Pandemia”, durante o Painel Telebrasil 2020.

“A pandemia ocorre em um momento em que o Brasil estava se preparando para esse novo mundo de transformação digital. Estamos avançando  muito em infraestrutura de banda larga, mas precisamos também ampliar a conectividade da população e o acesso aos serviços digitais”, apontou Semeghini.

Nesse novo cenário, o ministro interino destacou uma série de iniciativas adotadas pelo MCTI , como o Marco Regulatório de Telecomunicações, os programas Norte e Nordeste Conectado, a valorização de startups e Estratégia Brasileira para Transformação Digital, que abrange ações nas áreas de saúde, educação, agronegócio, turismo e indústria, além de outras iniciativas em empreendedorismo, tecnologias assistivas, inteligência artificial e pesquisa científica. “Precisamos trabalhar em projetos que tragam investimentos, modernizem o ambiente de negócios e ofereçam soluções para incluir mais pessoas na economia digital e desenvolva todas as regiões do país”.

Foto: Leonardo Marques - ASCOM/MCTI

Julio Semeghini lembrou a importância da  integração do setor de telecomunicações no início da pandemia, por meio da criação da Rede Conectada MCTI, um comitê crise para supervisão e monitoramento dos impactos da Covid-19. Segundo ele, além de representantes do governo, o comitê contou com a participação do setor empresarial. “A integração foi muito bem feita com todo o setor de telecomunicações, desde os pequenos provedores até as grandes operadoras. A gente aprendeu que temos de trabalhar juntos porque temos muitos desafios e oportunidades.”

Um marco importante na transformação digital do país será a entrada em operação da tecnologia 5G, cujo leilão do espectro deverá ocorrer em 2021. Semeghini reforçou que o ministério adotou diversas medidas para prepara a infraestrutura para adoção da nova tecnologia. Ele citou a reestruturação da PGMU para levar o 4G a cidades menores, a Lei de Antenas e a Lei de Internet das Coisas. “Está sendo feito um grande alicerce para que o 5G venha para valer.”

O debate no segundo dia do Painel Telebrasil 2020 contou com a participação de representantes do governo e também da iniciativa privada: presidente da Claro Brasil, José Félix; CEO da Stone, Augusto Lins ; CEO da Movile, Patrick Hruby;  Cláudia Costin, da FGV CEIPE; presidente da Feninfra, Vivien Suruagy; e diretor de Soluções da Huawei do Brasil, Carlos Roseiro. A mediação foi feita por Martha Beck, da Bloomberg.

 

Fonte: MCTI

Ciência e Tecnologia