Notícias

Resolução aprova direito de preferência da Petrobras para campos de Sépia e Atapu

Licitação resultará na arrecadação de mais de R$ 11 bilhões em bônus de assinatura, além de investimentos superiores a R$ 200 bilhões.
Publicado em 03/05/2021 19h47 Atualizado em 05/05/2021 10h40
Resolução aprova direito de preferência da Petrobras para campos de Sépia e Atapu

Resolução aprova direito de preferência da Petrobras para campos de Sépia e Atapu - Foto: Petrobras

Foi publicada, nesta segunda-feira (3/5), a Resolução CNPE nº 9, de 29 de abril 2021, que estabelece a participação da Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras) nos campos de Sépia e Atapu. As áreas serão ofertadas na Segunda Rodada de Licitações dos Volumes Excedentes da Cessão Onerosa, sob o regime de partilha de produção.

A licitação resultará na arrecadação de mais de R$ 11 bilhões em bônus de assinatura, investimentos superiores a R$ 200 bilhões, além de centenas de bilhões de reais em royalties, tributos e excedente em óleo para a União.

A Lei nº 12.351/2010 dispõe que a Petrobras deve se manifestar no prazo de 30 dias, a partir da publicação da Resolução do CNPE com os parâmetros técnico e econômicos da rodada, sobre o interesse em atuar como operador nos consórcios formados para exploração e produção de blocos licitados sob o regime de partilha de produção.

A Petrobras, em 28 de abril de 2021, manifestou ao Ministério de Minas e Energia o interesse em exercer o seu direito de atuar como operadora em Sépia e Atapu, com participação mínima de 30% em cada um dos campos.

A resolução concretiza mais um importante passo, iniciado pela Resolução CNPE nº 5, de 20 de abril de 2021, que apresentou os parâmetros técnicos e econômicos e autorizou o devido processo licitatório.

 

Assessoria de Comunicação Social

(61) 2032-5620

ascom@mme.gov.br
antigo.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia
www.youtube.com
www.flickr.com/minaseenergia
www.instagram.com/minaseenergia
br.linkedin.com

Energia, Minerais e Combustíveis