Notícias

Governo busca expansão da mineração com parceiros internacionais

As ações fazem parte da implantação do Plano de Mineração e Desenvolvimento e visa a promoção de ambiente favorável à atração de investimentos estrangeiros.
Publicado em 22/03/2021 21h19 Atualizado em 24/03/2021 12h34
Governo busca expansão da mineração com parceiros internacionais

Governo busca expansão da mineração com parceiros internacionais

A Secretaria de Geologia e Mineração (SGM), do Ministério de Minas e Energia (MME), realizou, em 18 e 19 de março, seminários com a Irlanda e os Estados Unidos sobre ambiente de negócios e atração de investimentos ao setor mineral brasileiro. Os eventos fazem parte de iniciativa do MME com vistas ao reforço das oportunidades de investimentos no setor mineral brasileiro junto aos principais países mineradores, em especial aqueles com maior presença ou potencial de investimentos no Brasil.

As ações fazem parte da implementação do Plano de Mineração e Desenvolvimento (PMD) 2020 – 2023 e visa a promoção de um ambiente favorável à atração de investimentos, à governança e à promoção de parcerias internacionais para o desenvolvimento do setor.

O secretário da SGM, Alexandre Vidigal, abriu os eventos juntamente com os embaixadores da Irlanda e EUA. Vidigal realçou o compromisso do governo brasileiro em expandir a mineração no País, em termos qualitativos e quantitativos, tendo como premissa o compromisso com a sustentabilidade e o bem-estar da população. Ele destacou o PMD 2020 – 2023, que determina linhas concretas para o desenvolvimento do setor. O secretário também destacou o papel desempenhado pelo setor mineral na recuperação da economia em meio à pandemia do COVID 19.

O embaixador norte-americano no Brasil, Todd Chapman, chamou atenção para o dinamismo do setor mineral brasileiro e o excelente momento da relação bilateral em mineração. Assinalou o papel fundamental desempenhado pela mineração na promoção da sustentabilidade e indicou estimativa de que, de forma a cumprir as metas dos EUA em mudança do clima, a produção de minerais críticos deveria elevar-se em 500%. Chapman também anunciou a criação de Grupo de Trabalho Bilateral sobre Minerais Críticos em 2020.

O seminário com os EUA contou com a participação de representante da empresa Mosaic, que contou sobre a experiência positiva em investir no País.

O embaixador da Irlanda, Sean Hoy, enalteceu a cooperação com o MME e o propósito de elevar a participação de empresas irlandesas no Brasil. O diretor do Serviço Geológico Irlandês (GSI), Sean Finlay, enfatizou a importância da sustentabilidade e energias renováveis na Irlanda e realçou o papel da mineração como impulsionador da energia limpa. Também participaram representantes de empresas irlandesas de mineração com presença ou interesse no Brasil, como SLR, Golder e LTMS.

A secretária adjunta de Geologia e Mineração do MME, Lilia Santagostino, e os técnicos Felipe Carvalho, da CPRM, e Yoshihiro Nemoto, da Agência Nacional de Mineração (ANM), também falaram sobre medidas adotadas para fortalecer o setor e simplicar o processo mineral. Também abordaram a consolidação e a modernização da ANM, identificação das potenciais reservas no País, bem como as áreas da CPRM a serem apresentadas em leilões.

Também participaram CEOs e representantes de empresas nacionais e internacionais de mineração. Em dezembro de 2020, foram realizados seminários similares com Austrália, Canadá e Reino Unido. Novas edições, com outros parceiros internacionais em mineração, já estão agendadas.

 

Assessoria de Comunicação Social

(61) 2032-5620

ascom@mme.gov.br
antigo.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia
www.youtube.com
www.flickr.com/minaseenergia
www.instagram.com/minaseenergia
br.linkedin.com

Energia, Minerais e Combustíveis