Notícias

Em 2020, a AEB, em parceria com o Parque Tecnológico São José dos Campos, realizará a 4ª edição do Fórum da Indústria Espacial Brasileira. O Fórum busca estimular a participação do setor privado e criar um ambiente de negócios espaciais no Brasil dentro da 7ª RM VALE TI.

Congresso de Tecnologia e Inovação, em outubro, conta com 4º Fórum da Indústria Espacial Brasileira

Publicado em 11/09/2020 11h08 Atualizado em 11/09/2020 14h20

De 20 a 23 de outubro será realizada a 7ª RM VALE TI – Feira e Congresso de Tecnologia. O evento, referência no estado de São Paulo para novas tecnologias e soluções na área de TIC, será totalmente online. O tema central, deste ano, são as Tecnologias Autônomas, que serão apresentadas em lives, webinars e debates virtuais de forma prática, por meio de cases e contadas por grandes usuários dessas tecnologias.

É consenso que processos autônomos são muito mais do que apenas processos automatizados. Quando uma máquina, um programa ou até mesmo um aplicativo consegue interpretar dados, é possível aumentar muito a produtividade das equipes e reduzir custos com erros e perdas. Dessa forma, os profissionais têm mais tempo para fazer o que é fundamental: lidar com pessoas e os desafios do negócio.

Indústria Nacional

Em 2020, a Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, em parceria com o Parque Tecnológico São José dos Campos, realizará a 4ª edição do Fórum da Indústria Espacial Brasileira, com o objetivo de divulgar os principais resultados do setor espacial e estabelecer um espaço de debates para o desenvolvimento do futuro do setor.

O tema central do Fórum é Aplicações Espaciais. A ideia é explorar como diversas aplicações são possíveis através da tecnologia espacial, demonstrando que o setor espacial está presente no nosso dia-a-dia.

O Fórum busca estimular a participação do setor privado e criar um ambiente de negócios espaciais no Brasil dentro da 7ª RM VALE TI.

Retomada Pós-Pandemia

Uma pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostra que 83% das empresas consultadas afirmam que vão precisar de mais inovação para crescer ou mesmo sobreviver no mundo pós-pandemia. Durante quatro dias, a 7ª RM VALE TI vai apresentar as melhores soluções do mercado para auxiliar nas tomadas de decisão, conduta de processos, gerenciamento de dados e de pessoas, entre tantas frentes fundamentais para os negócios.

Inteligência artificial, Internet das Coisas e Aprendizado de Máquina são áreas que se destacam no desenvolvimento das tecnologias autônomas. A 7ª RM VALE TI apresentará essas tendências para cinco áreas: SMART CITIES, AGRONEGÓCIO, INDÚSTRIA 4.0, VAREJO E ESPAÇO.

Prévia

O debate já começa agora! Para trazer temas de relevância desde já, a 7ª RM VALE TI programou oito webinars prévios sobre temas relacionados ao evento principal, de 10 de setembro a 15 de outubro. Veja a programação:

10/9 | Cobots – Robôs Colaborativos na Produtividade

15/9 | Automação Humanizada

17/9 | Os Impactos das Tecnologias Autônomas na Sociedade e nos Negócios (SAE)

22/9 | Cidades Conectadas, a Revolução da Comunicação

24/9 | Automação no Campo

1º/10 | Gêmeos Digitais, Modelos Eficientes e Competitivos

8/10| Tecnologias Autônomas no Varejo e Meios de Pagamento

15/10 | Cidades Conectadas - a Revolução da Comunicação

Os links de inscrição e horários serão divulgados no site e redes sociais da RM VALE TI ao longo das semanas.

Sobre a RM VALE TI

A RM Vale TI é uma iniciativa do APL TIC Vale, um dos principais clusters de Tecnologia da Informação e Comunicação do Brasil, coordenado pelo Parque Tecnológico São José dos Campos.  É um dos mais importantes eventos de negócios e de exposição de tecnologia de ponta desenvolvida no país, que surgiu por conta de uma “provocação” dos próprios empresários ligados ao APL TIC Vale – o de apresentar a empresários de todo o país as competências e a rica produção tecnológica existentes na região de São José dos Campos.

Sobre o Parque Tecnológico São José dos Campos

O Parque Tecnológico São José dos Campos foi criado em 2006 e é um dos maiores complexos de inovação e empreendedorismo do Brasil. Tem a missão de promover ciência, tecnologia, inovação e o empreendedorismo, visando ao desenvolvimento competitivo e sustentável das empresas e instituições vinculadas.  Ocupa uma área de 188 mil m2, onde estão instaladas 145 empresas, quatro institutos de ciência e tecnologia e cinco institutos de ensino e pesquisa.

Sobre a AEB

A Agência Espacial Brasileira é uma autarquia vinculada ao MCTI, responsável por formular, coordenar e executar a Política Espacial Brasileira. Desde a sua criação, em 10 de fevereiro de 1994, a Agência trabalha para viabilizar os esforços do Estado Brasileiro na promoção do bem-estar da sociedade, por meio do emprego soberano do setor espacial.

Coordenação de Comunicação Social - CCS

Ciência e Tecnologia