Notícias

Iniciativas conjuntas para a região unem Suframa e Embrapa

Órgãos federais discutiram a utilização das estruturas disponíveis no Centro de Biotecnologia da Amazônia e Distrito Agropecuário da Suframa

Reunião foi realizada na sede da Suframa, em Manaus (Foto: Márcio Gallo/Suframa)

Representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) reuniram-se nesta terça-feira (21), na sede da Autarquia, para discutir ações conjuntas e parcerias que visem ao desenvolvimento de projetos em prol da região e utilizando-se da estrutura disponível tanto no CBA quanto no Distrito Agropecuário da Suframa (DAS).

Algumas propostas debatidas consideraram a necessidade de maior interlocução entre as instituições para que pesquisas possam ser realizadas de forma objetiva e que gerem resultados em curto e médio prazos para o benefício da sociedade e do País. Um dos temas abordados tratou da exploração de culturas que podem ser úteis para o abastecimento de produtos agropecuários e, também, como base de insumos às empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), tais como aquelas que demandas borracha para fabricação de pneus.

"O DAS pode ser o elo com quem quer desenvolver projetos, e o apoio de instituições de relevância é essencial. Da mesma forma, entendemos que a bioeconomia é uma prioridade e o CBA está aí para contribuir da melhor forma neste sentido", afirmou o superintendente da Suframa, Algacir Polsin.

Este foi o primeiro contato da nova equipe de gestão da Suframa com os representantes da Embrapa. Ficou acertado que novos encontros serão promovidos para uma maior sinergia entre as instituições e, também, para agregar os demais atores da região a fim de que as iniciativas possam render frutos, ampliar a visibilidade do modelo Zona Franca de Manaus e garantir que a relação entre os entes locais seja cada vez mais estreita.

Ciência e Tecnologia