Projetos Pronametro/CBA

Aqui você encontra uma compilação de dados acerca de projetos realizados ao longo dos anos no CBA.
Publicado em 11/08/2021 11h25 Atualizado em 12/08/2021 18h43

2019

Título: Produção de mudas em larga escala e elaboração de bioprodutos derivados da fibra do curauá

Resumo: Promover a produção de mudas micropropagadas do curauá (Ananas erectifolius) nos laboratórios que compõem a Coordenação de Biotecnologia Vegetal do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), visando à criação de uma Unidade de Observação das referidas mudas, em campo, e elaboração de protótipos à base de suas fibras. Desse modo, o CBA poderá apoiar o desenvolvimento da cadeia produtiva do curauá, a aplicação e o uso industrial de suas fibras, utilizando conhecimento científico e tecnológico para criar novas técnicas e produtos a fim de demonstrar e auxiliar na consolidação de um polo de bioindústrias na Amazônia brasileira.

Responsável: Simone da Silva (Pós-Doutora em Biodiversidade e Biotecnologia)

Título: Extração e valoração de rejeitos amazônicos para obtenção de nanocelulose e desenvolvimento de novos bioprodutos

Resumo: Extrair nanofibras celulósicas provenientes do endorcarpo do tucumã e aplicá-las no desenvolvimento de novos bioprodutos, tais como um sistema de liberação controlada de xilitol por hidrogel e filmes antioxidantes para conservar alimentos por tempo prolongado. Os produtos desenvolvidos neste projeto (celulose, nanocelulose, hidrogel e filme antioxidante) são de grande relevância cientifica e mercadológica.

Diversas empresas possuem grande interesse na utilização de uma celulose pura e barata. A obtenção desse composto a partir de rejeitos reduzirá o custo do produto final. A nanocelulose apresenta diversas aplicações, sendo muitas relacionadas à área médica e liberação de fármacos.

No mercado brasileiro já existe o soro fisiológico com xilitol, contudo se faz necessária a aplicação nas vias nasais por diversas vezes para ter o efeito necessário por ser um líquido, o qual escorre facilmente pelas narinas e muitas vezes vai para a garganta. O hidrogel a base de nanocelulose prologaria o efeito desejado, pois permaneceria por mais tempo em contato das paredes e fossas nasais, além de liberar doses circunspectas controladamente, facilitando a ação contra micro-organismos.

É importante ressaltar que existem produtos similares no exterior, mas são de alto custo. Até então, nã há registro formal no mercado brasileiro de filmes antioxidantes para conservação de alimentos. Assim, esse produto inovador pode atrair muita atenção de diversas empresas alimentícias, visto que a própria embalagem pode prolongar o tempo de prateleira de diversos produtos.

Responsável: Flávio Augusto de Freitas (Pós-Doutor em Química)

Título: Qualificação de insumos e produtos amazônicos para a bioindústria

Resumo: Propor a qualificação dos insumos desde o início da cadeia produtiva até a padronização dos bioativos presentes nos óleos e frutos regionais. Um ingrediente que possua os critérios de qualidade comprovados tem maior valor de mercado e mais facilidade de ser comercializado tanto nacional como internacionalmente. Desta forma, pretende-se promover o desenvolvimento tecnológico e o rastreamento dos insumos provenientes das cadeias produtivas regionais com interesse comercial de frutos e óleos.

Alguns dos resultados esperados deste projeto são o mapeamento das bioindústrias que usam insumos amazônicos; a caracterização química de óleos e frutos provenientes de diferentes fornecedores do estado do Amazonas; a implementação no CBA de protocolos para determinação da qualidade de óleos vegetais regionais, de forma a contribuir para o credenciamento dos laboratórios; a contribuição para o melhoramento da qualidade dos insumos regionais com interesse comercial; e a estabilização de parcerias entre o Centro de Biotecnologia da Amazônia com comunidades produtoras e com empresas.

Responsável: Olinda Canhoto (Doutora em Biotecnologia)

Título: Plataforma de produção de anticorpos de interesse econômico/sanitário a partir de ovos de galinha para a Amazônia

Resumo: Dentre os insumos científicos mais utilizados no Brasil, os anticorpos são um dos maiores alvos de importação internacional. Anticorpo é uma proteína que tem a capacidade de reconhecer uma partícula alvo, assim é possível desenvolver vários anticorpos, cada um com uma função de reconhecimento diferente, para uma mesma doença ou substância.

Atualmente, a metodologia de produção de anticorpos realizada por grande parte das empresas internacionais ocorre a partir da purificação do sangue de mamíferos, tais como camundongos, coelhos e cabras, necessitando de várias autorizações governamentais e grandes estruturas para criação desses animais. Dentre as metodologias alternativas, a produção de anticorpos em ovos de galinha destaca-se, por requerer menor estrutura, sem precisar retirar o sangue do animal e sem sacrificar a galinha, visto que a purificação do anticorpo ocorre a partir dos ovos.

Além disso, existem vantagens pela distância filogenética entre ave/mamífero, possibilitando uma capacidade superior de reconhecimento sem preocupações com reações cruzadas ou interferências com proteínas homólogas.

Isto permite que os anticorpos produzidos em ovos de galinha possam ter diferentes aplicações em várias áreas biomédicas, como vigilância epidemiológica, probióticos, terapia de tratamento e diagnóstico na Amazônia. Hoje, estamos produzindo anticorpos para diferenciar sexo do peixe amazônico pirarucu, auxiliando o piscicultor na criação, reduzindo perdas e a homogeneidade entre os animais. Ainda nesta área, uma outra linha é a produção de anticorpos para detecção e bloqueio do parasita intestinal acantocéfalos, podendo ser aplicado como um tratamento terapêutico em criações de tambaqui.

 Responsável: Diogo Pereira de Castro (Doutor em Biotecnologia)

Título: Desenvolvimento de bioativos oriundos da biodiversidade microbiana amazônica com potencial econômico

Resumo: Desenvolver bioativos oriundos da biodiversidade microbiana Amazônica, com real potencial econômico. Os bioativos produzidos poderão atender a demandas que vão desde a obtenção de matéria-prima básica para a indústria química, de cosméticos, perfumaria, alimentos, até o desenvolvimento de bioprodutos nos diferentes segmentos como indústria, agricultura e meio ambiente. O CBA, através do Laboratório de Análises Microbiológicas de Produtos (Lamp), também tem capacidade de atender a demandas de serviços de análises microbiológicas de produtos e insumos regionais provenientes da bioindústria. Pode, dessa forma, contribuir para o desenvolvimento regional de empresas, instituições e comunidades que desejam desenvolver produtos e/ou aprimorar processos por meio da realização de análises microbiológicas, certificação de insumos da região, dando suporte aos setores de controle de qualidade e/ou rastreabilidade, oferecendo serviços tecnológicos e de consultoria.

Responsável: Ingrid Reis da Silva (Doutora em Biotecnologia)

Título: Valoração dos frutos amazônicos e impacto do processamento sobre sua qualidade

Resumo: O estudo dos frutos amazônicos, ao longo de seu desenvolvimento, é fundamental para propostas de domesticação de espécies e transformação em culturas rentáveis. Já o estudo de formas de agregação de valores é fundamental para garantir a presença destes frutos e seus subprodutos no mercado, ao longo do ano, com segurança e qualidade. Neste sentido, faz-se importante o investimento em pesquisas, tornando-os assim reconhecidos no cenário da fruticultura, garantindo a satisfação e contribuindo para melhoria da qualidade de vida do consumidor, seja por suas propriedades nutricionais, funcionais e sensoriais, seja pelo seu potencial valor comercial, no Brasil ou exterior. O presente trabalho tem como objetivos a caracterização física, química e bioquímica de frutos amazônicos maduros e/ou ao longo de seu desenvolvimento e o impacto do processamento e armazenamento sobre a qualidade de barras alimentícias, cookies, bolos, geleias, doces, compotas, sucos, néctar, sorvetes, bebidas fermentada, frutas cristalizadas e polpa congelada desses frutos.

Responsável: Edson Pablo da Silva (Pós-Doutor em Ciências dos Alimentos)

Título: Plano de restruturação para melhoria e desempenho do laboratório de análises química instrumental/central analítica do CBA e prestação de serviços para agregação de valor econômico em produtos oriundos da biodiversidade amazônica por meio de diversas técnicas analíticas: cromatográfica, espectrométrica e espectroscópica

Resumo: Implantação e execução de metodologias analíticas na central analítica do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) visando a proporcionar ao Centro a possibilidade de trabalhar na prospecção de serviços de análises para auxiliar a agregação de valor econômico em produtos derivados da floresta ou não, seguindo a demanda industrial da região que tem se destacado em grande parte na produção de insumos alimentícios, fármacos e outras matérias-primas. De modo geral, o projeto visa a aplicar métodos já consagrados, além de desenvolver novas metodologias, objetivando a identificação ou avaliação/qualificação de biomoléculas ou produtos oriundos da região amazônica de maneira que atenda de grandes indústrias a pequenos empreendedores.

Responsável: Vanderlei Sabóia dos Santos (Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais da Amazônia)

Título: Apoio às atividades de cultura de tecidos vegetais e montagem de unidade de observação de Ananas erectifolius

Resumo: Orientar e executar atividades de cultura de tecidos, o serviço de aclimatização de mudas micropropagadas de Ananas erectifolius (L.B.Sm.), plantio em campo e beneficiamento (desfibramento). Serão formadas mudas provenientes de culturas de tecidos de segunda geração, que serão aclimatizadas em casa de vegetação e introduzidas no campo. Essa visa a viabilizar a geração de renda aos grandes, médios e pequenos produtores e empresários, inserir o curauá como uma espécie geradora de renda, e, ainda, disponibilizar os resultados para futuras pesquisas em relação à organização do sistema produtivo do curauá para o estado do Amazonas.

Responsável: Felipe de Jesus Padilha (Mestre em Agricultura no Trópico Úmido)

Título: Desenvolvimento de uma membrana fitoterápica com propriedade anti-inflamatória e cicatrizante, oriunda da biodiversidade amazônica

Resumo: Desenvolver um fitoterápico com propriedade anti-inflamatória e cicatrizante a partir da biodiversidade amazônica, sendo feitos os testes de qualidade para o registro de produtos tópicos e transdérmicos pelo guia da Anvisa. Tem como expectativa a obtenção de um fitoterápico com atividade anti-inflamatória e cicatrizante, oriundo da região amazônica.

Responsável: Kaori Katiuska Yamaguchi Isla (Mestre em Farmacologia)

Título: Desenvolvimento de consórcios microbianos com aplicação na biodegradação de resíduos oleosos e derivados de petróleo

Resumo: Desenvolver consórcios microbianos com aplicação na biodegradação de resíduos oleosos industriais e derivados de petróleo, apresentando-se como uma importante ferramenta biotecnológica.

Responsável: Ivanete Ferreira de Souza (Mestre em Biotecnologia)

Título: Desenvolvimento de produtos cosméticos oriundos de extratos e óleos da biodiversidade amazônica

Resumo: Desenvolver formulações cosméticas a partir de plantas amazônicas e, como objetivos específicos, a implementação de técnicas no CBA para realização de testes de estabilidade e avaliação da segurança de produtos cosméticos. Espera-se ao final deste projeto a obtenção de dois produtos cosméticos a partir de plantas amazônicas, agregando valor científico, econômico e social aos recursos da biodiversidade amazônica.

Responsável: Siglia Maria Braga Neves (Mestre em Ciências)

Título: O uso de marcadores moleculares de DNA para identificação de mudas de Copaíbas (Copaifera spp.) com alto potencial de produção de oleorresina

Resumo: Buscando entender porque algumas árvores de copaíbas (Copaifera spp.) produzem oleorresina e outras não, este projeto visa a estudar a variabilidade genética das copaíbas e selecionar marcadores moleculares específicos que diferenciem geneticamente as árvores produtivas das não produtivas. Com base nesses marcadores, analisar e selecionar as mudas com o mesmo padrão genético das árvores produtivas. De modo geral, espera-se que os resultados desse projeto de pesquisa venham alavancar estudos de melhoramento genético e determinar um kit biotecnológico para seleção de mudas que apresentem a característica genética de produção de oleorresina. A partir daí, realizar a transferência de tecnologia e incentivar a implantação de plantios florestais de copaíbas por empresas ou comunidades tradicionais extratoras.

Responsável: Antonio Saulo Cunha Machado (Mestre em Biotecnologia)

Título: Monitoramento de marcadores químicos para a rastreabilidade de cadeias de interesse comercial de óleos vegetais amazônicos

Resumo: Estabelecer o monitoramento de marcadores químicos para a rastreabilidade de cadeias de interesse comercial de óleos vegetais amazônicos, através da comparação entre os produtos de diversos fornecedores do estado do Amazonas.

Responsável: Nilcivane Santos e Silva (Especialista em Biotecnologia)

Título: Implantação de parâmetros de qualidade em cadeias de interesse comercial de óleos e frutos amazônicos e caracterização de bioativos

Resumo: Implantar métodos que comprovem a qualidade de insumos e a caracterização de bioativos presentes em frutos e óleos amazônicos com interesse comercial para aplicação na indústria de cosméticos e alimentos.

Responsável: Iracelma Henriques Pereira (Bacharel em Química)

Título: Implantação ou desenvolvimento de métodos para controle da qualidade e/ou rastreabilidade de insumos da Amazônia

Resumo: Reestruturar o Laboratório de Controle de Qualidade Microbiológica (LCQM) do CBA, corrigindo algumas falhas estruturantes do projeto original, visando a credenciar o LCQM para realizar análises microbiológicas de insumos regionais, seguindo as normas exigidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Dessa forma, o laboratório poderá oferecer serviços e contribuir para o desenvolvimento regional de empresas, instituições e comunidades que desejam desenvolver produtos e/ou aprimorar processos por meio da certificação de insumos da região, dando suporte aos setores de controle de qualidade e/ou rastreabilidade, oferecendo serviços tecnológicos e consultoria.

Responsável: Isaque Ferreira da Silva (Graduação em Biomedicina)

Título: Micropropagação de material vegetal para o cultivo in vitro de Ananas erectifolius (L. B. Sm.)

Resumo: Realizar atividades práticas de assepsia, introdução in vitro e subcultivos nas diferentes fases da cultura de tecidos de Ananas erectifolius (L. B. Smith.), em apoio à produção em larga escala de mudas da referida espécie, proposta pelo projeto temático “Produção de mudas em larga escala e elaboração de bioprodutos derivados da fibra do curauá [Ananas erectifolius, (L.B.Sm) – Bromeliaceae].

Responsável: Ester Neta Pinheiro (Técnica de Nível Médio)

Título: Desenvolvimento de atividades de cultura de tecidos de Ananas var.erectifolius (L. B. Sm.)

Resumo: Produzir mudas micropropagadas de Ananas erectifolius para a produção do banco de germoplasma e produção em larga escala da referida espécie no CBA.

Responsável: Laís Medeiros de Assunção (Técnica de Nível Médio)