Notícias

Comemoração

Ministério da Defesa celebra 22 anos de atuação

A pasta tem atribuições ligadas à defesa e à segurança do país e também apoia ações de cunho social
Publicado em 10/06/2021 13h10 Atualizado em 10/06/2021 13h28
Ministério da Defesa celebra 22 anos de atuação

Presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia de celebração do 22º aniversário de criação do Ministério da Defesa - Foto: Marcos Corrêa/PR

O Presidente Jair Bolsonaro participou, nesta quinta-feira (10), da cerimônia de celebração do 22º aniversário de criação do Ministério da Defesa. O ministério foi instituído em 1999 para exercer a direção superior das Forças Armadas e reforçar a articulação entre o Exército, a Marinha e a Aeronáutica. Na cerimônia, também ocorreu a Imposição da Ordem do Mérito da Defesa

“A data de aniversário, apenas 22 anos, demonstra também uma grande maturidade de todas as nossas instituições. Estou feliz por estar à frente do destino da nação, dentro do Poder Executivo, mas uma grande paz eu tenho dado ao nível, ao entendimento, ao comprometimento que tem os nossos militares”, afirmou o Presidente Jair Bolsonaro em discurso no evento.

“Hoje, todos nós podemos cumprimentar o Ministério da Defesa pelo seu aniversário, dizer que acreditamos em todos os militares que compõem as nossas três Forças porque, além da paz, da tranquilidade, já aqui falada por mim, a certeza de um futuro melhor para todos nós”, frisou.

Atuação do Ministério da Defesa

Entre as principais atribuições do ministério está o estabelecimento de políticas ligadas à defesa e à segurança do país, além da implementação da Estratégia Nacional de Defesa, lançada em 2008 e atualizada em 2012. É responsável ainda pelo serviço militar, o orçamento de defesa, as operações militares e a cooperação internacional em defesa.

Algumas das atividades desenvolvidas pelos militares com a coordenação do Ministério da Defesa são o apoio no combate aos ilícitos nacionais e internacionais por intermédio das operações interagências, o acolhimento humanitário reconhecido internacionalmente como na Operação Acolhida, as missões de paz no exterior e o apoio no fortalecimento das indústrias da base nacional de defesa.

Outra atuação relevante é a Operação Ágata, com a finalidade de intensificar a presença do Estado, por meio de ações contra os ilícitos transfronteiriços e ambientais atuando em mais de 16 mil quilômetros de fronteiras aéreas, terrestres e fluviais.

Há ainda o reforço no combate à Covid-19 com, por exemplo, o auxílio na logística para vacinação de indígenas e de populações ribeirinhas e ações de desinfecção. E os programas de cunho social como o Projeto Rondon, Programa Calha Norte e Forças no Esporte.

Ordem do Mérito da Defesa

Criada por decreto em 2002, a Ordem do Mérito da Defesa destina-se a premiar os militares das Forças Armadas, os integrantes das forças auxiliares, as personalidades civis e militares e as instituições civis nacionais ou estrangeiras que tenham prestado relevantes serviços às Forças Armadas no Brasil.

A Ordem é composta por cinco graus: Grã-Cruz, Grande-Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. O Presidente da República é o Grão-Mestre da Ordem e o Ministro da Defesa é o Chanceler.