Notícias

VISITA TÉCNICA

Ministro do Turismo visita obras no Pará e apresenta potencial do Norte a empresários espanhóis

Gilson Machado Neto esteve em Santarém e Belterra e navegou pelo Rio Tapajós
Publicado em 08/06/2021 21h49 Atualizado em 09/06/2021 19h00

Ministro do Turismo visita obras de infraestrutura turística no Pará. Crédito: Roberto Castro/MTur

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, esteve nesta terça-feira (08.06) no estado do Pará para visitar obras do MTur e apresentar o potencial da Região Norte a investidores espanhóis. A comitiva passou por Santarém e por Belterra, onde os convidados conheceram as belezas do rio Tapajós.

Em Santarém, o ministro vistoriou as obras da orla da praia do Maracanã, que contam com investimentos de quase R$ 4 milhões do Ministério do Turismo. A intervenção terá grande impacto positivo para o turismo e para os moradores da região. Ainda na cidade, Machado Neto conheceu o Projeto Orla do Rio Tapajós, no bairro Aldeia, que vai melhorar a infraestrutura local. A obra, que estava parada, foi retomada por meio de recursos do governo federal. Durante a visita, investidores estrangeiros puderam conhecer de perto o encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas.

Em seguida, a comitiva seguiu para Belterra, onde tratou do desenvolvimento do turismo no município e teve contato com projetos para o setor, em especial na área de turismo de natureza e etnoturismo. No município, o ministro do Turismo visitou as obras do Museu da Ciência da Amazônia, o MuCA, que abrigará um acervo de plantas das duas maiores florestas produtivas do estado do Pará: a Floresta Nacional do Tapajós e a Reserva Extrativista do Arapiuns. Além disso, será uma referência para a cultura, para o turismo e para a educação de jovens da região. Machado Neto visitou também as obras de restauração da antiga casa de Henry Ford, que é um importante marco histórico da cidade de Belterra.

RIO TAPAJÓS - Na parte da tarde, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, mostrou aos empreendedores espanhóis as belezas únicas do rio Tapajós e o projeto do governo federal para atração de investimentos. Em um percurso de barco, os convidados conheceram a região de Alter do Chão.

Para o ministro, esse tipo de experiência fortalece a imagem do Brasil como um destino único para turismo de natureza e como um forte campo para investimentos. “Não tenho dúvidas de que essa experiência permitiu que investidores espanhóis conferissem pessoalmente o que eu sempre tenho dito sobre o nosso potencial: o Brasil é o país mais preservado no mundo e o melhor país para se investir”, disse.

 

Por Rafael Brais

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Viagens e Turismo