Notícias

Em visitas técnicas, Ministério do Turismo avalia cidades para sediar Wakalua no Brasil

Nesta semana, integrantes do MTur estiveram em Salvador e Maceió para conhecer as instalações locais
Publicado em 19/02/2021 15h55
190221_Salvador_MACEIO.jpg

Integrantes do MTur estiveram em Salvador e Maceió para conhecer as instalações locais. Crédito: divulgação

O Ministério do Turismo realizou nesta semana vistorias em cidades que se candidataram para sediar o hub de inovação Wakalua no Brasil. Na quarta-feira (17.02), técnicos do MTur estiveram em Salvador (BA) e, nesta sexta-feira (19.02), visitaram Maceió (AL). O hub global promove suas ações por meio de colaborações público-privadas em diversas regiões do mundo, envolvendo startups, investidores, corporações, governos, instituições não-governamentais e acadêmicos vinculados ao setor de turismo.

Em Salvador, o Ministério do Turismo, representado por servidores da Secretaria Executiva e da Secretaria Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões, teve a oportunidade de conhecer o Hub de Inovação, localizado na região das docas da capital baiana. A agenda foi acompanhada pelo diretor do Wakalua, Eduardo Lorea; pelo secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Fábio Rios Mota; pelo diretor de Turismo da Secretaria de Cultura e Turismo da capital, Antônio Barreto; pela secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, Mila Paes, e pelo gerente de Competitividade do Sebrae-BA, César Reinaldo Rissete.

Em Alagoas, os integrantes do MTur se reuniram com o diretor técnico do Sebrae-AL, Vinícius Lages, e, em seguida, tiveram audiência com o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (JHC); com o secretário de Turismo de Maceió, Ricardo Santa Ritta, e com o diretor da startup Bossa Nova Investimentos, João Kepler.

WAKALUA - O Wakalua tem como parceiros fundadores a Globalia, um dos maiores grupos de turismo da Espanha e da América Latina, e a Organização Mundial de Turismo (OMT), agência especializada da ONU que promove o turismo responsável, sustentável e universalmente acessível.

O Wakalua desenvolve programas para parceiros estratégicos em várias vertentes. Sua primeira iniciativa de grande abrangência foi a competição global de startups de turismo, a OMT Tourism Startup Competition, que já teve três edições realizadas.

INVESTIMENTOS - Durante a viagem, a equipe do Ministério do Turismo tratou de importantes temas para a atração de investimentos. O coordenador-geral de Atração de Investimentos do MTur, Karl Heisenberg, abordou pontos como melhoria do ambiente de negócios e segurança jurídica, com a finalidade de criar novas parcerias para o setor de tecnologia e de inovação turística.

 

Por Rafael Brais

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo