Notícias

CULTURA

BDB Cultural promove debate sobre bibliotecas e curso de edição de vídeo

Programação online do espaço é fruto de parceria com a Secretaria Especial da Cultura, vinculada ao Ministério do Turismo, que repassou R$ 1,2 milhão para atividades na unidade
Publicado em 23/02/2021 17h21 Atualizado em 23/02/2021 17h22
23.02.2021 - BDB.jpg

Programação semanal da BDB prevê debate virtual sobre bibliotecas e curso de edição de vídeo. Crédito: Roberto Castro/MTur

A programação da Biblioteca Demonstrativa do Brasil (BDB), em Brasília (DF), segue com atividades virtuais gratuitas abertas ao público. Nesta terça-feira (23.02), às 19h, o Projeto BDB Cultural promove o debate “Biblioteca Internacional e Nacional: Experiências e Vivências”. A mesa contará com os professores Emir Suaiden, diretor do Departamento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secretaria Nacional de Economia Criativa e Diversidade Cultural da Secretaria Especial da Cultura, e Cecília Leite, diretora do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

A discussão, mediada por Marcos Linhares, coordenador-geral da BDB Cultural, vai abordar a influência estrangeira nas bibliotecas brasileiras e as diferentes visões a respeito desses espaços ao longo da história, bem como o impacto do coronavírus sobre o mercado cultural. Cecília e Suaiden estiveram entre os convidados da primeira mesa de debates da BDB Cultural, com o tema “Hibridização Cultural”. (Confira aqui).

Segundo o coordenador de atividades formativas da BDB Cultural, Fernando Vieira, a nova palestra contempla uma demanda do próprio público. “A mesa redonda sobre hibridização cultural foi um dos maiores sucessos de nossa programação formativa de janeiro, tivemos estudantes de todo o país interessados no tema. Agora, se voltando especificamente ao tema das bibliotecas e como elas estão sendo afetadas pela pandemia, com apresentação de alternativas interessantes, cumprimos com o nosso papel de sermos inovadores e, principalmente, modelo para outras bibliotecas do país”, comenta Vieira.

O debate poderá ser acompanhado pelo Youtube, o Facebook ou o Instagram do Projeto BDB Cultural.

VÍDEOS - A partir de 20.02, a BDB Cultural abrirá inscrições para um curso online gratuito de edição de vídeos, voltado a criadores de conteúdo, youtubers e influencers, entre outros. (Inscrições e programação aqui). Ministrada por meio da plataforma Zoom pelo animador digital e professor universitário brasiliense Márcio Moraes, a atividade vai ocorrer de 24 de fevereiro a 02 de março, com 12 horas de carga horária total e emissão de certificados. As inscrições online ficarão abertas até 23.02 ou até as 20 vagas disponíveis serem preenchidas. É preciso ser maior de 16 anos para participar e, no caso de menores, deve-se incluir os dados dos responsáveis.

Os interessados também devem dispor de smartphone - atualizado e com espaço suficiente para instalar aplicações recomendadas - computador e acesso estável à internet. As aulas vão englobar programas que ajudam a melhorar imagens e a montar cenas com cortes mais inteligentes, além de técnicas de filmagem e iluminação. “Em um momento de alto desemprego e com tanta gente com boas ideias e sem ter como expressá-las, esse curso quer dar ferramentas para que as pessoas possam libertar sua criatividade ou melhorar seu posicionamento profissional, especialmente nas redes sociais. Acho que será um sucesso”, aposta o coordenador Fernando Vieira.

BDB CULTURAL - Trata-se de uma iniciativa do governo federal, por meio do MTur, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles, realizada a partir de um termo de colaboração firmado junto à organização social Voar Arte para a Infância e Juventude. Após a BDB passar por obras de revitalização, o Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial da Cultura, lançou um edital de chamamento público e liberou R$ 1,2 milhão para a execução da programação cultural da biblioteca, reaberta ao público desde janeiro deste ano.

“Com a BDB Cultural, vamos renovar a prática de ser uma referência a outras bibliotecas do país, para que elas possam abrir suas asas para voos mais altos e dar vida aos seus espaços”, completa Marcos Linhares, coordenador-geral da BDB Cultural, projeto cuja agenda segue até março de 2022.

 

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo*

*Com informações da Biblioteca Demonstrativa do Brasil

Viagens e Turismo