Notícias

Suframa recebe visita do embaixador da Coreia do Sul

Embaixador da Coreia do Sul no Brasil, Lim Ki-Mo, esteve na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus na tarde desta segunda-feira (04). A Autarquia federal em Manaus foi um dos primeiros órgãos públicos a receber a visita do diplomata.
Publicado em 04/10/2021 17h29 Atualizado em 04/10/2021 20h17

Embaixador Lim Ki-Mo conversou com o superintendente da Suframa, Algacir Polsin (Foto: Enock Nascimento/Suframa)

A possibilidade de expansão da base industrial coreana não apenas no Polo Industrial de Manaus (PIM), mas também em outros Estados da Amazônia, foi um dos principais assuntos do encontro entre o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e o embaixador da Coreia do Sul no Brasil, Lim Ki-Mo, na tarde desta segunda-feira (04), na sede da Autarquia.

A Suframa é um dos primeiros órgãos públicos brasileiros a receber uma visita de cortesia do diplomata, que está no cargo desde o dia 7 julho deste ano. Na reunião, o superintendente explicou a importância da Resolução 02/2021 do Conselho de administração da Suframa (CAS), a qual considera como insumos regionais aqueles de natureza agrícola e extrativa vegetal, que tenham sido extraídos, coletados, cultivados, criados, produzidos ou industrializados pela agroindústria com insumos regionais da Amazônia Ocidental ou pela agricultura familiar na Amazônia Ocidental.

"Queremos atrair para os Estados que abrangem a área de atuação da Autarquia (Amazonas, Rondônia, Acre, Roraima e Amapá) bioindústrias e agroindústrias para desenvolver produtos de valor agregado com o aproveitamento, sustentável, da biodiversidade da região. Empresas sul-coreanas seriam muito bem-vindas", frisou Polsin.

Na reunião também foram abordados temas como a pavimentação da rodovia BR-319 para melhorar o escoamento da produção das empresas sul-coreanas instaladas no PIM e os ganhos bilaterais com a implementação de um tratado de livre comércio entre Mercosul e Coreia do Sul. Outro tópico discutido foi a possibilidade de acordos de cooperação científica e tecnológica entre institutos de pesquisa sul-coreanos de referência com o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA).

A comitiva sul-coreana foi composta também pelo conselheiro Kim Gun-hwa, o adido comercial Kim Hyunjin e o assessor econômico Eo Jin Kim, e a reunião também contou com o Representante na Região Norte (ERENOR) do Ministério das Relações Exteriores, Maria Deize Jorge, além de técnicos da Suframa.

 

Empresa, Indústria e Comércio